• 02/07/2020 18:07
Interferência na PF

Aras encaminha ao STF manifestação sobre depoimento de Bolsonaro

  • 02/07/2020 18:07
    • Gazeta do Povo
    Augusto Aras
    O procurador-geral da República, Augusto Aras.| Foto: Evartisto Sa/AFP

    O Procurador-Geral da República, Augusto Aras, encaminhou nesta quinta-feira (2) sua manifestação, solicitada pelo ministro relator Celso de Mello, sobre depoimento a ser prestado pelo presidente da República Jair Bolsonaro, no inquérito que trata de suposta interferência dele na Polícia Federal conforme declarações do ex-ministro Sérgio Moro. De acordo com informação da Globo News, Aras indicou três possibilidades para a oitiva: que Bolsonaro decida pelo direito constitucional do silêncio; que responda as questões a serem formuladas por escrito (conforme precedente já existente no STF, quando da oitiva do ex-presidente Michel Temer) ou a possibilidade de o próprio Jair Bolsonaro indicar data e local para ser ouvido presencialmente pela autoridade policial. Agora, com a manifestação da PGR encaminhada, o ministro Celso de Mello deve apreciar o pedido feito pela PF para a realização do depoimento. Ontem, o relator do caso prorrogou o inquérito por mais 30 dias.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    Máximo 700 caracteres [0]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.