• 19/11/2019 14:15
Plenário

Aras pede ao STF que derrube liminar que paralisou investigação de Flavio Bolsonaro

  • 19/11/2019 14:15
  • PorEstadão Conteúdo
    O procurador-geral da República, Augusto Aras.
    O procurador-geral da República, Augusto Aras.| Foto: Evaristo Sa/AFP

    O procurador-geral da República, Augusto Aras, pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) que derrube a liminar concedida pelo ministro Dias Toffoli que afeta a investigação de Flavio Bolsonaro no caso Queiroz. Em documento enviado nesta terça-feira (19), Aras diz a integrantes da Corte que limitar o compartilhamento de dados sigilosos do antigo Coaf com o Ministério Público e a polícia pode "comprometer tanto a reputação internacional do Brasil quanto sua atuação nos principais mercados financeiros globais". Aras criticou a inclusão do Coaf na questão, enquanto os dados se tratavam da Receita Federal. O plenário do Supremo discute nesta quarta-feira (20) a necessidade de autorização judicial prévia para o compartilhamento de informações sigilosas por órgãos de fiscalização e controle.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    Máximo 700 caracteres [0]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

      Fim dos comentários.