• 19/08/2019 22:59
Troca

Banco Central sinaliza demissão de equipe escolhida por Moro no Coaf

  • 19/08/2019 22:59
  • PorGazeta do Povo
    Coaf: Sergio Moro
    Moro chegou a se empenhar pessoalmente para manter o Coaf na Justiça. Órgão foi para a Economia e agora segue para o Banco Central.| Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

    Após a assinatura do presidente Jair Bolsonaro que criou MP do Coaf no Banco Central, a principal autarquia financeira do governo federal já dá sinais de mudanças. Nesta segunda-feira (19) à noite, o Banco Central formalizou o novo nome do Coaf: Unidade de Inteligência Financeira (UIF). E sinaliza que a equipe escolhida por Sergio Moro, quando o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) ainda estava sob o guarda-chuva do Ministério da Justiça e Segurança Pública, deve mudar. Fontes confirmaram à Gazeta do Povo que a exoneração do diretor do Coaf, Roberto Leonel, é dada como certa entre esta terça e quarta-feira.

    Em nota, o Banco Central garante respaldo à autonomia técnica e operacional da UIF. Contudo, vai além: “Em conformidade com a Medida Provisória, compete ao Presidente do Banco Central indicar o Presidente e os Conselheiros da UIF. O Banco Central será responsável pela aprovação da estrutura de governança do novo órgão, observando-se o alinhamento às recomendações e melhores práticas internacionais”.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    Máximo 700 caracteres [0]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.