• 20/07/2020 11:55
Santos

“Enorme desgaste do Judiciário” faz CNJ assumir investigação sobre desembargador

  • 20/07/2020 11:55
    • Estadão Conteúdo
    Desembargador Eduardo Almeida Prado Rocha de Siqueira, do TJ-SP, rasga a multa por não usar máscara contra o coronavírus em espaço público.
    Desembargador Eduardo Almeida Prado Rocha de Siqueira, do TJ-SP, rasga a multa por não usar máscara contra o coronavírus em espaço público.| Foto: Reprodução/Youtube

    Após abrir apuração de ofício contra o desembargador paulista Eduardo Almeida Prado Rocha de Siqueira, que multado por não utilizar máscara chamou o guarda municipal de "analfabeto", o corregedor nacional de Justiça, ministro Humberto Martins, determinou neste domingo (19) que procedimento instaurado no Tribunal de Justiça de São Paulo sobre o mesmo caso seja encaminhados ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

    O ministro entendeu que a medida evitaria a duplicidade de apurações e possíveis decisões conflitantes. Humberto Martins destacou que a circulação das imagens que registraram a conduta do desembargador geraram "um enorme desgaste à imagem do Poder Judiciário" e, nessa linha, "seria um verdadeiro contrassenso admitir-se a possibilidade de que os órgãos administrativos proferissem decisões contraditórias, ferindo o princípio da proteção da confiança e da isonomia". O corregedor deu cinco dias para que o TJ-SP envie os autos ao CNJ.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    Máximo 700 caracteres [0]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

      Fim dos comentários.