• 11/06/2020 19:35
Armas de fogo

Justiça derruba portaria do governo que triplicou limite para compra de munição

  • 11/06/2020 19:35
    • Estadão Conteúdo
    Portaria aumentou quantidade de munição permitida para civis.
    Portaria aumentou quantidade de munição permitida para civis.| Foto: Albari Rosa/Gazeta do Povo

    A Justiça suspendeu a portaria do governo federal que, em abril, triplicou o limite para a compra de munição aos portadores de arma de fogo registrada. A medida foi justificada pelo parecer de um general exonerado e sem função. A decisão liminar do juiz Djalma Moreira Gomes, da 25ª Vara Cível Federal de São Paulo, proferida na última terça-feira (9), atende pedido apresentado à Justiça em ação popular movida pelo deputado federal Ivan Valente (Psol-SP). Na visão do magistrado, a medida não teve ‘motivação’ plausível. O juiz destacou ainda que, apesar de editada por autoridades legalmente autorizadas, a portaria apresenta "vício" de legalidade e desvio de finalidade, uma vez que deixou de consultar o Comando do Exército, por meio de seu órgão de controle e fiscalização de armas e demais produtos controlados, para obter parecer técnico sobre o texto.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.