• 05/02/2020 20:10
Reação

Observatório nacional repudia fala de Bolsonaro sobre HIV: “autoriza o estigma”

  • 05/02/2020 20:10
    • Estadão Conteúdo
    Observatório nacional repudia fala de Bolsonaro sobre HIV: “autoriza o estigma”
    | Foto: Reprodução/ABIA

    A Associação Brasileira Interdisciplinar de AIDS (ABIA) repudiou declaração do presidente Jair Bolsonaro de que pessoas com HIV seriam "uma despesa para todos no Brasil" e "um problema sério" para si mesmas. Para a ABIA, a fala do presidente reforça "o estigma, o preconceito e a discriminação contra as pessoas que vivem com HIV/Aids neste País". Afirmou ainda que políticas de abstinência sexual não reduzem as taxas de infecção pelo HIV e que Bolsonaro lidera um governo que "ignora cotidianamente os direitos humanos fundamentais". "Ao dizer que as pessoas vivendo com HIV causam prejuízo à sociedade, o presidente autoriza tacitamente o estigma, a discriminação e a violação dos seus direitos humanos" disse a entidade, em nota. A ABIA afirmou esperar que o Supremo Tribunal Federal (STF) e demais instituições jurídicas "se mantenham alinhados à Constituição e garantam o acesso ao SUS e a proteção de todos os direitos fundamentais lá garantidos, inclusive das pessoas que vivem com HIV/Aids".

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.