• 27/11/2020 14:50
Vice-presidente

Para Mourão, pesquisa de minério em terra indígena não é proibida ou um “problema”

  • 27/11/2020 14:50
  • PorGazeta do Povo
    general hamilton mourão
    Vice-presidente da república, General Hamilton Mourão.| Foto: Alan Santos/PR

    O vice-presidente Hamilton Mourão, que coordena o Conselho da Amazônia, afirmou nesta sexta-feira (27) que a pesquisa de minérios em terras indígenas não é um "problema" ou uma atividade proibida. Ao chegar ao Palácio do Planalto, Mourão foi questionado sobre a autorização de requerimentos de pesquisa ou lavra de minério em terras indígenas da Amazônia, reveladas em reportagem do jornal O Globo. "A concessão da pesquisa é uma coisa, a lavra é outra. A lavra que não é permitida. Pesquisar para saber se tem (minério) ou não acho que não é proibido", comentou.

    Para o vice-presidente, as atividades de pesquisa feita por empresas nos locais não necessariamente incentivam a exploração ilegal de minérios, pois "depende do mineral" encontrado. "O ouro quando aparece a turma vai atrás, isso aí é uma realidade", completou.

    A reportagem informou que a Agência Nacional de Mineração aprovou pelo menos 58 requerimentos de pesquisa ou lavra de minério em terras indígenas da Amazônia, apesar de a atividade ser proibida. O dado é de um levantamento realizado pelo projeto Amazônia Minada, do InfoAmazonia, que considerou os requerimentos válidos no dia 10 de novembro.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.