• 27/05/2020 16:28
Câmara

Regularização fundiária só irá a voto com acordo, diz Maia

  • 27/05/2020 16:28
    • Estadão Conteúdo
    O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, em entrevista coletiva.
    O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, em entrevista coletiva.| Foto: Najara Araújo/Câmara dos Deputados

    O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que o projeto da regularização fundiária só irá a voto com um acordo entre os deputados e, por isso, deverá ficar para depois da pandemia. "Se não tem acordo, não vai a voto. A gente faz esse debate em outro momento", comentou. O tema foi tratado inicialmente por medida provisória, que perdeu a validade, e acabou virando projeto de lei. Maia voltou a dizer que considera o texto do projeto de autoria do deputado Zé Silva (Solidariedade-MG) equilibrado. No início da semana, mais de 100 entidades nacionais divulgaram um documento dizendo que o projeto se insere no contexto de "passar a boiada", expressado pelo ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, durante a reunião ministerial de 22 de abril. Durante o encontro, Salles afirmou que o governo deveria aproveitar a "oportunidade" que a pandemia do novo coronavírus oferece para flexibilizar medidas regulatórias.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.