• 18/10/2020 18:35
Covid-19

Vacina do Butantã é considerada segura, mas eficácia só será atestada em novembro

  • 18/10/2020 18:35
    • Estadão Conteúdo
    O governador João Doria afirmou na sexta-feira (16) que a vacina chinesa contra a Covid-19 será obrigatória em todo o estado de São Paulo
    O governador João Doria afirmou na sexta-feira (16) que a vacina chinesa contra a Covid-19 será obrigatória em todo o estado de São Paulo| Foto: Governo de SP

    O governo de São Paulo deve anunciar nesta segunda-feira (19), que a vacina Coronavac, desenvolvida pelo Instituto Butantã em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac, se mostrou segura também em testes com 9 mil voluntários brasileiros, reafirmando os resultados de pesquisa anterior com 50 mil participantes chineses. Os dados de eficácia, porém, devem ser divulgados somente entre novembro e dezembro. De acordo com Dimas Covas, diretor do Butantã, os testes com os 13 mil voluntários não foram finalizados e a análise de eficácia ainda não pode ser feita. “Já temos os dados de segurança dessa etapa, eles são muito parecidos com os chineses (estudo em que mais de 90% dos voluntários não tiveram eventos adversos)", disse Covas.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.