Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Transeuntes em rua comercial de Maringá
Em Maringá, quem estiver sem máscara vai levar multa| Foto: Aldemir de Morais/Prefeitura de Maringá

Cada dia sem adotar medida de distanciamento social aumenta em 2,4 dias o surto de Covid-19. A conclusão é de uma nova pesquisa, conduzida pela Universidade do Texas, nos Estados Unidos. O estudo, que será publicado no periódico científico Emerging Infectious Diseases, está sendo avaliado pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA.

ESTATÍSTICA: veja os números da Covid-19

A conclusão dos pesquisadores surge de uma análise de como o surto se desenvolveu em 58 cidades da China, primeiro epicentro do novo coronavírus. Analisando a data em que as medidas de distanciamento foram adotadas e a em que o surto foi controlado, os cientistas projetaram que esperar uma semana para adotar medidas de distanciamento exigirá posteriormente mais 17 dias para controlar os surtos.

Para os pesquisadores, o cálculo vale para quem está na primeira onda da Covid-19 – como é o caso do Brasil – e para quem está enfrentando o ressurgimento do vírus.

“Cada dia economiza tempo e esforço, evita que as pessoas se infectem e provavelmente salva vidas”, diz em comunicado Lauren Ancel Meyers, professora de Biologia e uma das condutoras do estudo. “Isso pe especialmente importante se pensarmos sobre as próximas semanas e meses”, afirma.

O estudo, no entanto, não determina quais medidas de distanciamento social são mais eficientes.

7 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]