i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Senadora do Podemos

Mesa do Senado poderá ou não manter cassação de Juíza Selma, afirma Alcolumbre

    • Estadão Conteúdo
    • 05/02/2020 22:20
    Juíza Selma
    A senadora Juíza Selma foi cassada pelo TSE em dezembro, mas Senado ainda não definiu afastamento| Foto: Roque de Sá/Agência Senado

    O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), afirmou, nesta quarta-feira (5) que vai submeter a cassação da senadora Juíza Selma (Pode-MT) à Mesa Diretora da Casa, que poderá se manifestar contrária ou favorável ao afastamento da parlamentar do cargo, determinado pela Justiça Eleitoral. A decisão, disse Alcolumbre, será submetida a voto entre os sete integrantes da Mesa Diretora. "Se acontecer de a votação da Mesa não seguir a decisão do Tribunal [Superior Eleitoral], será o primeiro fato concreto em relação a isso", afirmou. Neste caso, pontuou, técnicos do Senado terão de ser consultados para avaliar os próximos passos. Ele declarou que a Mesa "não vai entrar nas minúcias do processo".

    O anúncio de Alcolumbre garante uma sobrevida da senadora Juíza Selma no cargo, cassada em dezembro por caixa 2 e abuso de campanha nas eleições em 2018. Apesar disso, desde então, a parlamentar segue com imóvel funcional, cota parlamentar e um salário mensal de R$ 33,7 mil enquanto aguarda decisão da Mesa Diretora do Senado. Mais cedo nesta quarta-feira (5) a Advocacia do Senado recomendou que a Casa encaminhe imediatamente o afastamento da parlamentar.

    Alcolumbre anunciou no plenário o rito de afastamento de Selma, conforme sugestão da Advocacia. O procedimento prevê reunião da Mesa Diretora, prevista para a próxima terça (11) ou quarta-feira (12), designação de um relator para o caso, prazo de 10 dias úteis para a parlamentar se defender, nova reunião da Mesa para tomar a decisão final, comunicação ao plenário e publicação da definição no Diário Oficial do Senado e no Diário Oficial da União.

    O Podemos, partido de Selma, queria que o Senado esperasse eventual recurso da senadora ao Supremo. Em contraponto, a Advocacia citou uma decisão do STF de 2018. Na ocasião, a Corte entendeu que a decisão da Justiça Eleitoral envolvendo registro de candidaturas, cassação de diploma eleitoral ou a perda de mandato será executada após julgamento do TSE, independentemente dos recursos.

    No final de janeiro, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, determinou que o terceiro colocado nas eleições em Mato Grosso, Carlos Fávaro (PSD), assuma interinamente a cadeira de Juíza Selma até a realização de novas eleições, em abril. A posse dele, porém, só pode ocorrer após o Senado declarar a vacância do cargo.

    5 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
    Use este espaço apenas para a comunicação de erros
    Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 5 ]

    Máximo 700 caracteres [0]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

    • D

      DIMITRI LEONARDO SANTANA MARTINS DE OLIVEIRA

      ± 0 minutos

      Parabéns, Alcolumbre! Alguém tem que enquadrar esse STF!

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • Máximo 700 caracteres [0]

    • E

      Emerson

      ± 1 dias

      Com a amizade e compadresco político com quase certeza vão deixar tudo como dantes e mantê-la na função para que continue sendo uma de nossas "representantes" no senado da república.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • Máximo 700 caracteres [0]

    • S

      Salo

      ± 1 dias

      O judiciário subordinado ao presidente do senado. Absurdo.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • Máximo 700 caracteres [0]

    • I

      Indignado

      ± 1 dias

      Lembrete aos Senadores: A “Nota da OCDE responsabiliza Congresso e STF por retrocesso no combate à corrupção". Acesse o link e leiam: https://www.gazetadopovo.com.br/instituto-politeia/nota-da-ocde-congresso-stf-corrupcao/ . A nota mostra, que a inoperância do Congresso Nacional, quer por omissão e/ou por interesses escusos, permitiu que no dia 07.11.2019, fosse institucionalizado pelo STF, "O DIA NACIONAL DA IMPUNIDADE". A decisão por 6x5, voto de “MINERVA” do Exmo. Dias Toffoli, "CONTRA A PRISÃO EM 2ª INSTÂNCIA", fez com que criminosos corruptos condenados ficassem fora da prisão, É o reflexo da má qualidade das instituições. "NA HORA DO VOTO A DECISÃO É NOSSA" Acorda Brasil !

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • Máximo 700 caracteres [0]

    • E

      E F Pereira

      ± 1 dias

      Uma das melhores senadores do Brasil...

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • Máximo 700 caracteres [0]

    Fim dos comentários.