i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Temperatura

Por que clima tropical não freou avanço da Covid-19 no Brasil

  • 16/06/2020 15:49
Estudo mostra que as altas temperaturas médias brasileiras não diminuem a disseminação da Covid-19 no país.
Estudo mostra que as altas temperaturas médias brasileiras não diminuem a disseminação da Covid-19 no país.| Foto: Warley de Andrade/TV Brasil

No início da pandemia do novo coronavírus no Brasil o presidente Jair Bolsonaro afirmou que o vírus poderia não se espalhar aqui com a mesma intensidade registrada na Europa e na China devido ao clima tropical do país. Porém, o avanço da Covid-19 em capitais com clima quente e alta umidade, como Manaus e Fortaleza, mostram que a teoria não se sustenta.

“No período de estudo selecionado [entre março e abril], observou-se inicialmente que a taxa de transmissão da Covid-19 no Brasil era favorecida por temperaturas médias mais altas (27,5 graus C) e umidade relativa intermediária (cerca de 80%)”, afirma estudo publicado na revista Science of The Total Environment.

O trabalho é assinado pelos pesquisadores André Auler, do Departamento de Solos e Engenharia Agrícola, e Vinício Oliveira, da Câmara de Saúde Coletiva do Setor Litoral da Universidade Federal do Paraná (UFPR); e dos professores Fábio Cássaro e Luiz Pires, ambos do Departamento de Física da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG).

O levantamento avaliou cinco cidades com alta incidência da Covid-19 — Manaus, Fortaleza, Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo — e mostrou que temperaturas e umidade altas não impediram a disseminação do vírus no Brasil.

Foram levados em consideração os seguintes fatores: temperatura, umidade do ar e quantidade de chuva. A conclusão é que as cidades com temperaturas perto de 27 graus C e umidade relativa do ar próximas a 79% tiveram as maiores taxas de transmissão.

Para Auler, um dos autores, o discurso sobre a temperatura deu uma falsa sensação de segurança. Os estudos feitos no mundo sobre o tema e revisados pelos pesquisadores realmente apontavam que o aumento de temperatura reduzia a disseminação do vírus. Porém, as condições em que esses trabalhos foram conduzidos não poderiam ser replicadas no Brasil, afirma.

“Nos outros estudos que faziam modelagem da influência do clima na doença, eles [os pesquisadores] pegaram uma faixa relativamente grande de temperatura, entre -30 graus C e 19 graus C. A temperatura média desses estudos ficou em torno de 3,1 graus C... Essa média tão baixa não ocorre no Brasil, por isso [a informação] foi mal interpretada”, destaca Auler. Daí a necessidade de mais análise levando em conta as especificidades do país.

A pesquisa conjunta de UFPR e UEPG colheu dados das cidades escolhidas entre 13 de março e 13 de abril. Foram considerados na comparação o número acumulado de casos, o aumento diário no número de infectados e a taxa de contaminação.

Influência da temperatura, umidade e chuva

Um dos desafios dos pesquisadores brasileiros foi tentar entender como a variação climática de um país com dimensões continentais como o Brasil poderia determinar o avanço das infecções. Durante o período pesquisado, São Paulo foi a cidade que apresentou maior número de casos e maior número diário de infecções.

Para os pesquisadores, o estado, assim como o Rio de Janeiro, deve ser analisado também pelo ponto de vista social — SP é o centro financeiro do país e Rio, o principal destino turístico.

A taxa de contaminação de Covid-19 no Brasil, inicialmente, foi favorecida por temperaturas médias mais altas e umidade relativa média intermediária. “No entanto, é importante mencionar que nosso estudo apresenta uma análise preliminar e algumas limitações. Um período de estudo mais longo pode representar melhor a relação entre as condições meteorológicas e a transmissibilidade do Covid-19”, afirmam os pesquisadores.

Limitações e objetivos

O estudo apresenta uma forma de entender como alguns fatores podem afetar a disseminação do vírus, para que as autoridades possam determinar as políticas públicas necessárias de contenção da doença. O professor ressalta que esse é o primeiro estudo sobre o tema feito no país para clima tropical.

O trabalho recebeu atenção internacional. Segundo Auler, pesquisadores da Índia entraram em contato para tentar aplicar a modelagem de dados em cidades com clima parecido com o do Brasil. Pesquisadores israelenses também se interessaram pelo método.

“Vamos continuar o estudo, mas temos uma limitação de mão de obra. Estamos mapeando outras variáveis que podem ser importantes, por exemplo, a taxa de isolamento social, a densidade demográfica e fatores determinantes da saúde, como saneamento básico. Manaus, entre as cinco cidades analisadas, é a que tem a menor taxa de saneamento básico. E já há relatos de que foi encontrado vírus ativo em resíduo de esgoto”, diz Auler.

Para ele, o problema de subnotificação é uma das maiores dificuldades para desenvolver pesquisas do gênero no país.

Influência da sazonalidade no avanço da Covid-19

Eduardo Macário, secretário substituto de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, falou sobre a influência da sazonalidade e a dinâmica de transmissão do coronavírus em coletiva no dia 21 de maio. Ocorrências sazonais são variações em intervalos regulares e específicos de tempo, normalmente menores que um ano. Como os meses em que se registram mais casos de gripe.

Foram registrados no país 514.849 casos confirmados de Covid-19 e 29.314 mortes causados pelo novo coronavírus no Brasil até o dia 31 de maio. O Sudeste é a região mais afetada pela doença, com 187.240 infectados e 13.834 óbitos. Os registros mais volumosos estão no estado de São Paulo, onde existem 109.698 casos e ocorreram 7.615 mortes. O Nordeste é a segunda mais afetada: são 179.401 casos e 8.866 mortes. Em seguida vem o Norte, que concentra 107.752 infectados e 5.690 óbitos.

“Quando falamos que as regiões Norte e Nordeste estão enfrentando esse momento [com mais casos] é porque historicamente existe essa sazonalidade, maior número de casos de doenças respiratórias, que está coincidindo com a circulação da Covid. Provavelmente nós teremos um comportamento similar aos anos anteriores quando estivermos falando do período sazonal para a região Sul, Sudeste e Centro-Oeste", afirmou Grace Madeline, diretora substituta do Departamento de Articulação Estratégica de Vigilância em Saúde.

Com relação ao impacto da sazonalidade, Auler acredita que os estudos sobre o tema devem ser intensificados. Ele cita o exemplo de Manaus e Fortaleza, que no período observado estavam com uma transmissão maior.

Sazonalidade no Sul, Sudeste e Centro-Oeste

No Ministério da Saúde o modelo utilizado é o que leva em conta a transmissão de doenças respiratórias, que seguem um padrão de sazonalidade histórico, afirmou Eduardo Macário. O secretário acredita que os estados do Sul, Sudeste e Centro-Oeste “têm que cada vez mais se preparar, reforçando os seus serviços”, com exceção dos primeiros epicentros da doença, São Paulo e Rio de Janeiro, que já vivenciam um grande número de casos.

“Para todos os casos de doenças respiratórias, se observamos a série histórica de dez anos, as regiões Norte e Nordeste tiveram um momento [de mais transmissibilidade], em maior ou menor proporção, nos primeiros meses do ano. A partir de abril, começou essa mesma tendência de transmissão histórica de doenças respiratórias para os estados das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste. Não haverá uma migração do vírus. Historicamente, a gente já entende esse processo de transmissão e agora nós temos um adicional, que é um vírus novo”, disse o secretário no dia 29 de maio.

Dificuldades em achar o ponto da curva da Covid-19

Para a diretora Grace Madeline, a diferença sazonal entre as regiões é um dos complicadores para definir o pico do surto no país. "Você pode ter pico para cada região acompanhando a série histórica de ocorrência de doenças respiratórias”.

Eduardo Macário aponta que ainda não existem subsídios suficientes para identificar em que momento da curva o país está. “O que a gente começa a perceber é que alguns estados do Norte e Nordeste têm mostrado paulatinamente uma estabilização. Nos próximos dias vamos acompanhar o que está ocorrendo”, ressaltou.

34 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 34 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • D

    Decio mango

    ± 6 dias

    Virus comunista e assim nao respeita nada nem a ciencia dos parasitas e corruPTos

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    Marcelo

    ± 6 dias

    Não precisa ser cientista para perceber queba curva no Brasil é muito mais achatada dos paises Europeus. Além disso lembro que 70% seremos contaminados com ou sem sol.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    Antonio Muller

    ± 7 dias

    Fortaleza e Brasília com índice de umidade relativa do ar perto de 80%? Pena não sabermos pela reportagem o período exato da pesquisa.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • D

    Dexametasona!

    ± 7 dias

    A “ciência” bolsonarista dizia que o clima tropical quente e a cloroquina matariam o vírus. Terraplanistas..........

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • D

      Decio mango

      ± 6 dias

      idiotas inuteis cientistas do caos esta esquerda fede..de burra

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • G

    Gilberto Hey

    ± 7 dias

    Não explicou nada, só ajudou a confundir . Mas minha tese é que quanto mais a umidade relativa nas mãos dos governadores , prefeitos, secretários ..etc. aumentar, maior será o contágio.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • B

    Beto Bergamo

    ± 7 dias

    Concordo, o Dória antes do carnaval ele mesmo disse que não havia problema algum, por questão financeira da mídia em patrocinar não cancelou o carnaval e proporcionou a maior aglomeração por metro quadrado de contato físico, e a vinda de estrangeiros da região que já estava com alto contagio.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • W

    Wander Leite

    ± 7 dias

    Pergunta ao Bolsonaro e aos negacionistas...não existe clima. Existe atitude!!! Negar é o primeiro ato de um ignorante.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • D

    Denis

    ± 7 dias

    Acho que uma variável importante seria identificar a média por região (talvez até por bairro) do numero de pessoas que habitam um único imóvel e a densidade populacional

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    Mirtão

    ± 7 dias

    Em certa parte do texto dá para concluir que se estiver muito frio com umidade relativa muito baixa ou muito alta, a transmissão diminui.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • E

    Edivaldo S

    ± 7 dias

    Brasil. Terra de especialistas....

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • D

    Dario de Araújo Dafico

    ± 7 dias

    O título da matéria é FAKE porque o estudo não foi capaz de explicar. É impossível obter uma resposta de um estudo sobre a influência do clima sem isolar as outras variáveis. Vou dar uns chutes: Saneamento importa muito. Grau de insolação (Ultra Violeta) também. Não adianta o clima estar quente mas o céu estar nublado.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    Marcos Souza

    ± 7 dias

    Ouvi esta suposta teoria de muitos denominados especialistas à época do inicio da pandemia. Agora querem colocar a culpa no Bolsonaro.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • D

    Daniel M

    ± 7 dias

    Uma coisa ficou certa nessa pandemia, como ficou chato demais acompanhar a imprensa. Cada um fala uma coisa, mostram “especialistas” de todos os lados. A verdade não importa mais, o que vale é ganhar a narrativa.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • N

    Nelson Vidal Gomes

    ± 7 dias

    Sob o aspecto técnico-científico das condições de transmissão do vírus, a ciência convencional tem avançado nas respectivas explicações, mas. duvido que o faça do mesmo modo com relação a grande variação de suas consequências,em face das diversas faixas etárias e de comorbidades-absolutamente incoerentes e sem uniformidade-,se não incorporar em suas variáveis um elemento que costuma rejeitar.O espiritual e as Leis Cármicas do destino.Que Deus nos ilumine a todos e um abraço fraterno em agnósticos e ateus!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    Antônio Carlos Portela Leôncio

    ± 7 dias

    Imprecionante como essa Gazeta do Povo depois que foi acusada de fazer Fake, ficou com medo, começa a matéria falando que Bolsonaro falou que a clima do Brasil não era propício para o Corona Virus, na verdade muitos especialista falaram isso e o Presidente falou também em função das notícias que era faladas pelos infectologistas,porque não falaram que o Presidente tentou barra o carnaval e não teve apoiio de ninguém e a imprensa também não falou nada, acorda Gazeta ,seja imparcial,tenha consciência,que tipo de jornalistas são vocês?

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • C

    Carla de Oliveira

    ± 7 dias

    Se as pessoas estão confinadas, obviamente o clima não vai influenciar. Estudo burro.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • M

      Mirtão

      ± 7 dias

      E de máscara. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    Marcelo Henrique

    ± 7 dias

    Mais interessante seria uma matéria explicando porque o isolamento horizontal deu errado. Não importa a temperatura se o vírus está dentro de casa com as pessoas confinadas.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • P

    PAULO ROBERTO FIORILLO

    ± 8 dias

    Estudo inconsistente, nem leva em consideração outros fatores como falta de saneamento básico, eestrutura sanitária e hospitalar nas regiões norte e nordeste. Se não fosse pelo calor e luminosidade destas regiões o número de infectados e mortes seria bem maior. A família do coronavírus não se dá bem em altas temperaturas e alta luminosidade, estudo realizado pela Universidade de Harvard em 1986.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • E

    EDUARDO SABEDOTTI BREDA

    ± 8 dias

    A manchete, para variar, é sensacionalista. Gazeta se repete a cada dia. Lamentável. Os autores do estudo reconhecem que o trabalho demanda aperfeiçoamento. Nem poderia ser diferente, pois faz uso de uma janela de tempo muita estreita e em apenas algumas cidades. Mas, para a Gazeta, serve para a afirmação feita na manchete. Triste jornal virou a Gazeta.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • G

    Gustavo R

    ± 8 dias

    É sério que no dia que Curitiba passa de 75% para 85% de ocupação dos leitos do SUS exclusivos para a COVID-19 a Gazeta do Povo coloca um estudo inconclusivo e sem a menor utilidade como manchete??

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    M.SANTANA

    ± 8 dias

    04/06/2020 – Minas Gerais, 853 municípios, + 21 milhões habitantes, contabiliza 323 mortos desde o início da pandemia. https://covid.saude.gov.br/

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    João Martins Donizete

    ± 8 dias

    Ao final uma só conclusão: quem não está confuso não está bem informado. Com esse estudo genérico e cheio de hipóteses não se chega a conclusão alguma. Logo, ele (o estudo e também os pesquisadores) poderão ser aproveitados lá na OMS. Entidade essa que reputo a grande responsável pela a pandemia no mundo.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • G

      Gustavo R

      ± 8 dias

      A culpa é toda da OMS, mas cada país teve uma história diferente com a COVID-19, curioso, não?

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • D

    Dheny

    ± 8 dias

    Desde o início da pandemia, venho observando a questão da umidade. Nos casos das capitais da região Norte, elas tem altos índices pluviométricos, principalmente neste período do ano. São Luis/MA, idem. Fortaleza tem o principal período de chuvas em março e abril. Depois, vai diminuindo. O vírus pegou em cheio estes lugares. SP e RJ tem muita densidade demográfica e a transmissão acaba sendo inevitável. Aqui no sul tivemos uma boa estiagem até poucos dias atrás, mas agora que as chuvas e a umidade associada ao frio voltaram, os casos estão subindo bastante. Acredito muito que o fator umidade tenha muita participação nesta disseminação do vírus.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    2 Respostas
    • F

      Francisco Krupa

      ± 7 dias

      Exatamente isso. Não precisa ser cientista para chegar a essa conclusão. Também tive o mesmo pensamento.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • G

      Gemba

      ± 8 dias

      Menina esperta

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • F

    FERNANDO BITTENCOURT VARGAS

    ± 8 dias

    Esse comentário foi removido por não estar de acordo com os Termos de Uso.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • R

    Ricardo Moraes

    ± 8 dias

    Estudo muito limitado. Quantos casos teríamos se a temperatura fosse 20 graus menor? Com qual porcentagem de isolamento social? Pq na África a disseminação é mais lenta? Seria o clima, a genética da população? Só não vai falar que eles tem presidentes maravilhosos e fizeram quarentena sensacionais.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • G

      Gustavo R

      ± 8 dias

      Estudo fraquíssimo e inconclusivo! Tá com cara de que houve algum incentivo para virar manchete do dia!

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • B

    Bruno Montenegro

    ± 8 dias

    A família corona vírus gosta mais do frio ! Ocorreu uma pandemia e a transmissão se deu por clusters... carnaval impulsionou a transmissão. A doença irá se tornar endêmica e todos irão ver q será no frio q ela irá reaparecer com mais força ! Vários estudos mostram q o clima interfere sim na viabilidade do vírus fora do organismo infectado!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • P

    Paulo

    ± 8 dias

    Ninguém acreditava que o vírus pudesse ser fabricado com o objetivo de causar a quebra da economia no mundo.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • G

      Gustavo R

      ± 8 dias

      Fonte: vozes da minha cabeça.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]