Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

A CPI da Covid ouve nesta quarta-feira (15) Marconny Nunes Ribeiro Albernaz de Faria. Ele foi apontado como lobista da Precisa Medicamentos. A Precisa intermediou a venda da vacina indiana Covaxin para o governo federal, num negócio suspeito de corrupção e que acabou sendo cancelado. E também teria negociado a venda de testes de detecção do coronavírus.

Os senadores da CPI obtiveram mensagens de Marconny Faria com José Ricardo Santana, ex-secretário da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Nessas conversas, os dois falam sobre a negociação de 12 milhões de testes e dizem que "um senador" poderia ajudar a “desatar o nó”.

Além disso, Santana teria mencionado que conheceu o suposto lobista da Precisa na casa da advogada do presidente Jair Bolsonaro. Karina Kufa. Karina foi convocada para depor na CPI, em data ainda não agendada.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]