i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Serviço

Debate eleitoral para prefeito na TV e Covid-19 | Entenda em 1 minuto

    • Por Gazeta do Povo
  • 17/10/2020 11:42

A pandemia do novo coronavírus mudou bastante coisa nas eleições municiais 2020, inclusive no tradicional debate eleitoral na TV entre os candidatos a prefeito em várias cidades.

Entenda o que mudou.

Menos debates para prefeitos nas eleições de 2020

Os debates entre os candidatos são um dos pontos mais importantes do processo eleitoral, pois é quando o eleitor consegue ver o confronto de ideias e pode definir o seu voto.

Só que, com a Covid-19, surgiu a preocupação de como organizar esses encontros sem colocar ninguém em risco.

Em algumas cidades em que os debates já começaram, várias alternativas foram adotadas. Em Porto Alegre, uma rádio fez o debate no formato drive-in, com os candidatos falando de dentro de seus carros.

Em Curitiba, a TV Band dividiu o seu debate em dois dias para diminuir a quantidade de pessoas no estúdio.

Só que, mesmo assim, há quem não considere seguro participar ou mesmo realizar um encontro entre os candidatos em meio a pandemia. Por isso, as eleições 2020 devem ter bem menos debates entre candidatos do que em anos anteriores.

Emissoras como a Record, SBT, RedeTV e CNN Brasil já anunciaram o cancelamento de seus debates.

Já a Rede Globo propôs realizar apenas com os quatro candidatos que estão à frente nas pesquisas, também para limitar o número de pessoas. Para isso acontecer, a sugestão precisava ser aprovada pelas coligações - o que não ocorreu.

A Globo desistiu de exibir debate no primeiro turno entre os candidatos às prefeituras de São Paulo, Rio, Recife, Curitiba e Belo Horizonte.

Debate eleitoral obrigatório na TV

Os deputados federais do PSOL, Luiza Erundina e Ivan Valente (ambos de São Paulo) protocolam projeto de lei que determina que redes de televisão sejam obrigadas a organizar e transmitir debates eleitorais.

O texto alega que os debates televisivos têm sido "alvo de descaso" de candidatos que lideram as pesquisas eleitorais e também de emissoras que não se empenham em organizá-los adequadamente."

Conteúdo editado por:Jenifer Ribeiro dos Santos
1 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 1 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

  • E

    Elbio Pellenz

    ± 0 minutos

    O primeiro debate virou conversa de perdedores um levantando uma narrativa mais idílica do que a outra para o “adversário”. Debate ????

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso