i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Segurança pública

Como as penitenciárias federais impulsionaram o crescimento das facções criminosas

  • Brasília
  • 01/12/2020 15:46
Como a criação das penitenciárias federais impulsionou o crescimento das facções criminosas
Penitenciária federal de Catanduvas, no Paraná: líderes de facções de diferentes estados se encontraram nessas unidades.| Foto: Cesar Machado/Arquivo/Gazeta do Povo

Criado em 2006, o Sistema Penitenciário Nacional (SPN) acabou virando uma válvula de escape para os estados brasileiros que buscam resolver problemas causados por facções criminosas nos seus sistemas prisionais. O sistema federal é destinado a abrigar presos de alta periculosidade e lideranças de organizações criminosas. Mas, segundo pesquisadores da área se segurança pública, acabou impulsionando o crescimento e a nacionalização das facções criminosas, além de proporcionar oportunidades para acordos entre elas.

São cinco unidades em funcionamento no país. A primeira a ser inaugurada, em Catanduvas (PR), opera desde junho de 2006. Há unidades também em Campo Grande (MS), Porto Velho (RO), Mossoró (RN) e Brasília (DF). A da capital federal é a mais nova, inaugurada em 2018.

As transferências de líderes de organizações criminosas de presídios estaduais para penitenciárias federais têm sido rotineiras.

Recentemente, em novembro, o Departamento Penitenciário Nacional (Depen), subordinado ao Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), participou da Operação Império da Lei II. A operação teve como objetivo transferir, para penitenciárias federais, nove presos identificados como lideranças negativas das principais organizações criminosas gaúchas. A ação foi uma continuação da operação Império da Lei I, que enviou 18 líderes de grupos criminosos para estabelecimentos do sistema penitenciário federal em março.

Em fevereiro de 2019, Marcos Camacho, conhecido como Marcola, apontado como líder do PCC, e outros 21 integrantes da facção também foram enviados para presídios federais em uma megaoperação. No mês seguinte, Marcola foi transferido para o Presídio Federal de Brasília.

Transferências para presídios federais aproximou lideranças

A rotina dos presos é mais rígida nas penitenciárias federais. E a realidade é completamente diferente dos presídios estaduais. Mas isso não impediu as facções de se reorganizarem e aproveitarem a oportunidade das transferências de presos para crescer além de seu território original.

No livro A Guerra: a Ascensão do PCC e o Mundo do Crime no Brasil, os pesquisadores Bruno Paes Manso e Camila Nunes Dias mostram como o sistema penitenciário federal “funcionou como um elo integrando indivíduos, grupos e organizações criminosas de todos os tamanhos e lugares do Brasil”.

No livro, os autores relembram, inclusive, como Marcola conheceu seu mentor, o comunista chileno Maurício Hernandez Norambuena, sequestrador do publicitário Washington Olivetto. Os dois se conheceram dentro do sistema prisional brasileiro, mostrando a falha do Estado em isolar lideranças de facções.

Mesmo preso em Regime Disciplinar Diferenciado (RDD), o chileno conseguiu fazer amizade com Marcola. Norambuena teria influenciado de tal forma o brasileiro que, após a convivência dos dois, o PCC mudou a sua estrutura, que deixou de ser piramidal para se tornar uma organização mais horizontal.

Ainda na obra, os pesquisadores Bruno Paes Manso e Camila Nunes Dias contam que entrevistaram um membro do PCC que permaneceu um ano em penitenciárias federais. Para esse preso, o sistema federal era o “comitê central do crime no Brasil”. “Ele se referia ao fato de as unidades federais reunirem presidiários dos mais variados estados e facções, oferecendo oportunidade singular de estabelecer contatos, alianças ou rupturas”, diz um trecho do livro.

Foi no Presídio Federal de Catanduvas, por exemplo, que uma reunião entre presos em 2006 resultou na criação da facção Família do Norte. Mais tarde, a facção se aliou ao Comando Vermelho, também a partir do encontro de lideranças das duas organizações criminosas em um presídio federal, desta vez em Campo Grande.

Ex-diretor-geral do Departamento Penitenciário Nacional (Depen) entre 2011 e 2014, o promotor Augusto Rossini chegou a uma conclusão parecida em um artigo incluído no livro Execução Penal: diferentes perspectivas.

“Ao chegar em uma das quatro unidades [do sistema penitenciário federal – o presídio de Brasília ainda não havia sido inaugurado à época], o preso amplia seu leque de conhecidos. De um momento para o outro, seu campo de atuação passa de estatal para nacional”, escreveu Rossini. “Em verdade, nunca na história do país presos dos mais distantes quadrantes foram unidos pelo próprio Estado. Quando uma liderança do Maranhão se encontraria com outra do Rio Grande do Sul? Quando uma liderança de São Paulo se encontraria com outra do Mato Grosso”, escreveu também o promotor.

O Regime Disciplinar Diferenciado (RDD), que é aplicado em algumas penitenciárias estaduais, também contribuiu para a articulação de facções criminosas como PCC e Comando Vermelho, segundo o pesquisador Welliton Caixeta Maciel, do Núcleo de Estudos sobre Violência e Segurança da Universidade de Brasília (UnB).

“A expansão, assim como o surgimento [das facções] se valeu da estrutura do Estado”, analisa o pesquisador. “Uma das formas foi pelo RDD, que foi criado, concebido, justamente com esse propósito de desarticular os grupos. Por isso foi criado o SPF [sistema penitenciário federal], como modo de desarticular o PCC e as lideranças desses grupos. Só que houve um favorecimento, não só da expansão do PCC para outras unidades da federação, como outras gangues foram criadas nos estados”, completa Maciel.

Qual a melhor estratégia para lidar com as facções?

Para o pesquisador Welliton Caixeta Maciel, a melhor estratégia para lidar com a atuação das facções criminosas é o investimento em inteligência. “A estratégia é desarticular os grupos a partir de investimento em inteligência e em ações de segurança pública”, diz o pesquisador.

Mas, apesar do discurso de combate à violência e à criminalidade que deu o tom da campanha do presidente Jair Bolsonaro em 2018, os investimentos em segurança pública do governo federal caíram no primeiro ano da gestão. A União investiu na área R$ 11,3 bilhões no ano passado, uma redução de 3,8% em relação a 2018. Enquanto isso, estados e municípios aumentaram os recursos destinados para a área, em 0,6% e 5,3%, respectivamente.

A União também diminuiu os gastos com inteligência em 37,6% em relação a 2018. O governo federal investiu R$ 77,1 milhões com informação e inteligência. Em 2018, o valor investido havia sido de R$ 123,7 milhões.

Outra estratégia, segundo Maciel, é atacar a corrupção dentro dos presídios. “Os grupos se valem de negociações com agentes do Estado. Eles cooptam diretores de presídios, agentes penitenciários, advogados, etc”, afirma o pesquisador da UnB.

Além disso, Maciel também sugere repensar o cumprimento de penas no Brasil. “Tentar outras medidas de cumprimento de pena que não priorize a prisão como pena principal", diz. Segundo ele, outro modelo de responsabilização vai tirar "mão de obra" para as facções de dentro dos presídios – e isso vai enfraquecê-las.

O que diz o Depen

A Gazeta do Povo procurou o Depen para comentar a estratégia de isolamento de lideranças de facções em presídios federais. Em nota, o órgão informou que cumpre “fielmente as atribuições legais que lhes são pertinentes, conforme estabelece a Lei n.º 7.210, de 11 de julho de 1984 e Decreto n.º 8.668, de 11 de fevereiro de 2016, buscando, com base no princípio da eficiência e demais normas do direito, praticar, da melhor forma possível, os atos administrativos relativos à execução das penas referente aos presos custodiados em estabelecimentos penais federais”.

“A inclusão de presos oriundos dos Estados no Sistema Penitenciário Federal deve obedecer o que determinam a Lei n.º 11.671/2008 e o Decreto n.º 6.877/2009, e tem caráter excepcional e prazo determinado”, informou ainda o Depen.

Recentemente, o ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça, afirmou que o governo federal tem o compromisso de melhorar a qualidade do sistema penitenciário do país. “É uma prioridade do ministério não apenas a gestão do sistema penitenciário federal, mas também a melhoria da qualidade da gestão do sistema penitenciário como um todo”, afirmou.

O ministro destacou que o trabalho do Depen com estados e Distrito Federal resultará, em 2020, na criação de 20 mil novas vagas no sistema penitenciário. Até 2023, a meta é chegar a 100 mil novas vagas.

"O sistema prisional é um dos grandes desafios da segurança pública. O que posso garantir a todas as autoridades envolvidas na fase de execução da pena é que, hoje, muitos dos indicadores de criminalidade, em especial a criminalidade violenta, se devem ao fato de não termos uma gestão adequada dentro do sistema penitenciário como um todo”, afirmou o ministro.

24 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 24 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

  • A

    Antonio M

    ± 0 minutos

    Não li o livro, mas os pesquisadores não mostraram alternativas de fato para o problema. Se falou em investir em inteligência, é óbvio que para combater o crime isso é importante, mas isso é outro assunto, a pergunta é o que fazer com os condenados. Então o pesquisador disse que o ideal é não prender, por favor. Um pequeno criminoso sim, mas o que fazer com um Marcola, essa é a questão, deixar solto? Por tornozeleira? Sério? Por favor. Pelo menos na matéria não foi apresentado uma alternativa, não sei se no livro eles apresentam. Não conheço os autores mas pelo "tom" parecem ser os tais "garantistas", estilo Gilmar Mendes, Toffoli, Levandowiski... Que são contra prender criminosos.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • A

      Antonio M

      ± 2 minutos

      Não li o livro, mas os pesquisadores não mostraram alternativas de fato para o problema. Se falou em investir em inteligência, é óbvio que para combater o crime isso é importante, mas isso é outro assunto, a pergunta é o que fazer com os condenados. Então o pesquisador disse que o ideal é não prender, por favor. Um pequeno criminoso sim, mas o que fazer com um Marcola, essa é a questão, deixar solto? Por tornozeleira? Sério? Por favor. Pelo menos na matéria não foi apresentado uma alternativa, não sei se no livro eles apresentam. Não conheço os autores mas pelo "tom" parecem ser os tais "legalistas", estilo Gilmar Mendes, Toffoli, Levandowiski... Que são contra prender criminosos.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • S

        Sr. Walker

        ± 32 minutos

        Brasil: aqui o crime compensa._ Muito e sempre.

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

        • S

          Svetlana Yurievna Tchekov

          ± 41 minutos

          Em São Paulo, o PSDB e suas mutretas deram vida ao PCC. Hoje com Bolsonaro e suas maluquices, principalmente com as bravatas sobre armas, deram impulsos à essas quadrilhas que já encurralam a polícia nos quartéis.

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

          • B

            Bmk P

            ± 1 horas

            São "pesquisas" assim que, ao longo de décadas, distorcercem fatos e transformam o Direito Penal no "Direito dos Manos", causando a completa ineficiência dos sistemas penais estaduais, favorecendo o crescimento da criminalidade e da violência urbana em todo o país. Presídios Federais são centros de integração de líderes de facções? Quais? Como? De que forma? Presidiários se "confraternizam" por telepatia, de celas individuais? Será q trocam confidências no parlatório? Só especulações, sem base. Querem um modelo de sistema penal que funciona? Estudem e comparem as "sociologias" penais do Japão e Brasil. Talvez entendam porque o Japão tem um dos menores índices de criminalidade do mundo.

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

            • M

              MBen

              ± 1 horas

              Tentar outras medidas que não a prisão, tá de brincadeira! Se o preso está no sistema federal é porque é de alta periculosidade.

              Denunciar abuso

              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

              Qual é o problema nesse comentário?

              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

              Confira os Termos de Uso

              1 Respostas
              • F

                Fábio

                ± 57 minutos

                Manda para casa dos pesquisadores e da jornalixa...

                Denunciar abuso

                A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                Qual é o problema nesse comentário?

                Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                Confira os Termos de Uso

            • J

              Josmar José dos Santos Júnior

              ± 1 horas

              Já vimos esse filme antes, quando os militares colocaram terroristas e bandidos comuns juntos...

              Denunciar abuso

              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

              Qual é o problema nesse comentário?

              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

              Confira os Termos de Uso

              • F

                Fábio

                ± 2 horas

                Jornalista do mundo Utópico só escreve **** ....

                Denunciar abuso

                A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                Qual é o problema nesse comentário?

                Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                Confira os Termos de Uso

                • R

                  RPM

                  ± 4 horas

                  Temos que trocar os políticos que são eleitos pela bandidagem, depois não fazem nada para endurecer a lei para esses marginais.

                  Denunciar abuso

                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                  Qual é o problema nesse comentário?

                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                  Confira os Termos de Uso

                  • R

                    RPM

                    ± 4 horas

                    Temos que trocar os políticos que são eleitos pela bandidagem, depois não fazem nada para endurecer a lei para esses marginais.

                    Denunciar abuso

                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                    Qual é o problema nesse comentário?

                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                    Confira os Termos de Uso

                    • L

                      Luiz Renato Stival

                      ± 5 horas

                      REFORMEM AS PLATAFORMAS ABANDONADAS, E COLOQUEM TODOS OS BANDIDOS DE ALTA PERICULOSIDADE LÁ, INCLUSIVE OS POLITICOS DE ALTA PERICULOSIDADE. SÓ PÃO E ÁGUA. E ACESSO APENAS POR HELIPORTO. HELICOPTERO QUE APARECER SEM AUTORIZAÇÃO, ABRE FOGO E DERRUBA. ACABA ESSA PALHAÇADA QUE É DAR DE COMER, PERMITIR BANHO DE SOL, VISITA DE ADVOGADO "CORREIO", ETC...

                      Denunciar abuso

                      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                      Qual é o problema nesse comentário?

                      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                      Confira os Termos de Uso

                      • C

                        Cético

                        ± 5 horas

                        O problema é a facção que está no Planalto Central.

                        Denunciar abuso

                        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                        Qual é o problema nesse comentário?

                        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                        Confira os Termos de Uso

                        • I

                          Intruso

                          ± 13 horas

                          Eu não acredito q alguém consiga liderar equipe de dentro de um presídio. Isso é ficção.. Penso q as verdadeiras facções estão muito bem fora do sistema prisional, e é devido à falida política criminal, onde o Estado encarcera em massa, quando na verdade deveria prender somente os delinquentes perigosos..

                          Denunciar abuso

                          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                          Qual é o problema nesse comentário?

                          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                          Confira os Termos de Uso

                          1 Respostas
                          • K

                            Kátia Fraga

                            ± 21 minutos

                            Em cerca de 5% dos crimes cometidos anualmente no Brasil, se descobre a autoria (pode pesquisar na internet). Então, encarceramento em massa é só mais uma falácia para dar aura de virtude e superioridade aos defensores dessa ideia.

                            Denunciar abuso

                            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                            Qual é o problema nesse comentário?

                            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                            Confira os Termos de Uso

                        • K

                          Kátia Fraga

                          ± 13 horas

                          O problema não é onde o criminoso está preso, mas ele é o problema. Então a solução é só uma e muito simples: eliminá-lo. Não existe ressocialização - até porque o crime é um fator social e o criminoso já estava em sociedade -, no máximo o cara pode se regenerar, mas se, e somente se, ele quiser, do contrário, não é a cadeia, a sociedade, o estado ou a lei que o fará se regenerar e a maioria simplesmente não quer, porque o crime, aqui, compensa e muito com essas leias frágeis e cheias de regalias para criminoso, ao passo que o trabalhador só recebe o ferro de impostos e burocracias estatais.

                          Denunciar abuso

                          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                          Qual é o problema nesse comentário?

                          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                          Confira os Termos de Uso

                          • L

                            Luiz Viana

                            ± 16 horas

                            Como vocês ainda publicam uma asneira dessas. Pesquisa ideológica. Mais presídios federais

                            Denunciar abuso

                            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                            Qual é o problema nesse comentário?

                            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                            Confira os Termos de Uso

                            • M

                              Marcos Ctba

                              ± 16 horas

                              COLOCA EM NAVIO PLATAFORMA 50 KM d. QUE JA JÁ VAI DIMINUINDO A POPULAÇÃO CARCERÁRIA. E SE FOR ESTRUPADOR ou PEDÓFILO COLOCA 100 KM DA COSTA A PÃO E AGUA.

                              Denunciar abuso

                              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                              Qual é o problema nesse comentário?

                              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                              Confira os Termos de Uso

                              • F

                                Fa Fonseca

                                ± 17 horas

                                Mais uma pesquisa enviesada ideologicamente. As faccoes se fortaleceram porque dominam os presidios Brasil a fora. Enquanto nao acabarmos com a superlotacao (com a criacao de mais vagas) e enquanto os presos tiverem contato fisico com visitantes as faccoes vao continuar fortes.

                                Denunciar abuso

                                A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                Qual é o problema nesse comentário?

                                Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                Confira os Termos de Uso

                                • A

                                  Afonso Celso Frega Beraldi

                                  ± 17 horas

                                  Simples: baixar o CPF desses marginais encastelados nesses presídios onde são bem tratados a nossas custas.

                                  Denunciar abuso

                                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                  Qual é o problema nesse comentário?

                                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                  Confira os Termos de Uso

                                  • F

                                    FABIO H B

                                    ± 17 horas

                                    Demorou uns 20 parágrafos do texto para o "pesquisador" nos dizer a solução mágica. “Tentar outras medidas de cumprimento de pena que não priorize a prisão como pena principal". Facção criminosa vai angariar membros dentro ou fora da cadeia. Em país que quer combater a criminalidade, líder de facção cumpre pena em solitária e quando sai para o "banho de sol" não interage com ninguém, não tem visita íntima, quando parente visita só tem contato visual e os encontros com advogados tem que ser gravados pela Justiça.

                                    Denunciar abuso

                                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                    Qual é o problema nesse comentário?

                                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                    Confira os Termos de Uso

                                    • L

                                      LULA CACHACEIRO

                                      ± 17 horas

                                      ai temos STF soltando chefe de quadrilha... não duvido que foi os mesmos...

                                      Denunciar abuso

                                      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                      Qual é o problema nesse comentário?

                                      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                      Confira os Termos de Uso

                                      • M

                                        Maquiavel

                                        ± 18 horas

                                        O grande problema dos presídios é a tal “ visita íntima” e o preso poder falar com seu advogado sem ser monitorado!

                                        Denunciar abuso

                                        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                        Qual é o problema nesse comentário?

                                        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                        Confira os Termos de Uso

                                        • J

                                          J. Neto

                                          ± 19 horas

                                          Apenas uma certeza: sem as penitenciárias federais, estaria 100 vezes pior. A legislação afim precisa ser revista urgentemente. A tendência, se continuar como está, é a população de bem sofrer cada vez mais nas mãos da bandidagem? População de Criciúma que o diga! Além de rever toda a legislação, as polícias precisam de mais estrutura, mais policiais, mais treinamento, salários compatíveis com o rico da profissão, integração entre as polícias dos estados. Só para começar! Isso se quiser resolver a questão da violência! Paralelamente trabalhar questões sociais. Do contrário, ao invés de 8 penitenciárias federais, precisaremos de 27. Uma em cada estado!

                                          Denunciar abuso

                                          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                          Qual é o problema nesse comentário?

                                          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                          Confira os Termos de Uso

                                          Fim dos comentários.