i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Pela prisão em 2.ª instância

Após Lula ser solto, manifestantes pressionam o Congresso por mudança na lei

  • PorRafael Salvi, com Estadão Conteúdo
  • 09/11/2019 20:46
Manifestantes reunidos na Avenida Paulista, tradicional palco de protestos de São Paulo: revoltados com a libertação de Lula.
Manifestantes reunidos na Avenida Paulista, tradicional palco de protestos de São Paulo: revoltados com a libertação de Lula.| Foto: Ari Ferreira/AFP

Com bandeiras, faixas e camisetas amarelas, movimentos de apoio à Lava Jato e grupos de direita realizaram manifestações de rua, neste sábado (9), em diversas capitais do Brasil. Eles protestaram contra a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que permitiu a libertação de presos envolvidos em escândalos de corrupção, como o ex-presidente Lula e o ex-ministro petista José Dirceu.

Os manifestantes fizeram um apelo ao Congresso Nacional para que se aprove a proposta de emenda à Constituição (PEC) 410, que autoriza a prisão após a condenação em segunda instância. Também deram apoio ao ministro da Justiça, Sergio Moro, e à Operação Lava Jato, além de defender a abertura da "CPI da Lava Toga" para investigar atos do Judiciário. Veja como foram os atos em algumas cidades do país.

Avenida Paulista encheu de gente

Em São Paulo, milhares de pessoas se concentraram na Avenida Paulista, tradicional palco de protestos. Os manifestantes foram convocados pelo Nas Ruas, Vem Pra Rua (VPR) e Movimento Brasil Livre (MBL), além de outras organizações menores, para protestar contra a soltura de Lula e defender a PEC da prisão segunda instância. Eles ocuparam um trecho entre o Museu de Arte de São Paulo (Masp) e a Federação das Indústrias de São Paulo (Fiesp). A Polícia Militar não fez estimativa de público.

Estacionado em frente ao Masp, o caminhão do Nas Ruas reuniu os bolsonaristas do PSL, que fizeram um discurso duro contra o STF. O Nas Ruas e o Vem Pra Rua defenderam até mesmo o impeachment de ministros do STF.

Para a deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP), uma das fundadoras do Nas Ruas, a liberdade de Lula vai unificar o campo da direita. "A saída do Lula da cadeia vai reforçar a liderança de Bolsonaro no campo da direita. A soltura dele traz de volta o sentimento que nos uniu no impeachment da Dilma", disse.

Aliado de Bolsonaro, o empresário Luciano Hang, dono da rede lojas Havan, foi um dos mais exaltados oradores no caminhão do Nas Ruas. "Esse pessoal de vermelho foi treinado em Cuba. Vão para a Cuba que os pariu", disse ao microfone. "A soltura do Lula conseguiu unir as pessoas de bem que estavam divididas. A esquerda destruiu o Brasil", disse Hang. O jurista Modesto Carvalhosa também discursou no carro de som e defendeu o impeachment de ministros do STF.

Entre os manifestantes em frente ao caminhão do Nas Ruas se viam faixas em defesa da intervenção militar, exaltando o presidente Jair Bolsonaro e o ministro Sergio Moro.

"Tomataço" em ministros do STF

Em Curitiba, os manifestantes se reuniram na praça Pedro Alexandre Brotto, em frente à Justiça Federal, onde trabalhava o ex-juiz Sergio Moro. O tempo estava bastante instável, com chuviscos constantes, mesmo assim, cerca de mil pessoas compareceram à manifestação, segundo a organização.

No carro de som, os diversos movimentos discursaram em tom de repúdio ao STF pela mudança no entendimento da prisão em segunda instância e aos partidos de esquerda. O hino do Brasil foi entoado diversas vezes e os gritos de “a nossa bandeira jamais será vermelha” foram constantes. Como forma de protesto, houve ainda um "tomataço" em uma placa disposta especialmente para isso com as fotos dos ministros Ricardo Lewandowski, Rosa Weber, Gilmar Mendes, Celso de Mello, Marco Aurélio e Dias Toffoli.

Em Curitiba, manifestantes jogaram tomates em cartaz com fotos de ministros do STF.
Em Curitiba, manifestantes jogaram tomates em cartaz com fotos de ministros do STF.| Rafael Salvi/Gazeta do Povo

Willian Rocha, do MBL, um dos organizadores do evento, disse que “o movimento vai agir pela via institucional” e estima haver “condições no Congresso para a aprovação da PEC”. Afirmou ainda que a CPI da Lava Toga deve ser uma pauta urgente.

O presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados, Felipe Francischini (PSL-PR), também participou do ato. À Gazeta do Povo, ele disse que pretende dar um andamento ágil à tramitação da PEC, tendo pautado o tema já para os dias 11 e 12 de novembro, e espera que o projeto passe à votação na CCJ ainda na próxima terça-feira.

Segundo ele, a tramitação “será parecida com a reforma da Previdência” e percebe condições para que o projeto seja aprovado até fevereiro do próximo ano, fazendo notar que questões regimentais não permitiriam um andamento mais célere. O deputado também prometeu “correr para que o projeto seja votado em plenário já na volta dos trabalhos do Legislativo”, em 2020.

Rio de Janeiro

Os manifestantes se reuniram em torno de um pequeno carro de som e ocuparam menos de um quarteirão da praia de São Conrado, bem em frente ao prédio onde mora o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM). Muitos deles estavam vestidos de preto em protesto contra o STF. A maioria, no entanto, manteve a tradição do movimento e se vestiu de verde e amarelo.

"A decisão do STF foi um golpe, um ato político", discursou uma das organizadoras do evento, Adriana Balthazar, do Vem Pra Rua. "Estamos na rua para pedir o fim da impunidade."

Porto Alegre

O protesto se concentrou na Avenida Goethe, em frente ao Parcão, local tradicional de encontro de grupos de direita. O número de manifestantes não foi informado pela Polícia Militar, mas havia bastante gente. A empresária Andressa Nardes, de 43 anos, afirmou que “a esquerda está desmoralizada” e, segundo ela, “o grande problema é o Centrão”.

Belo Horizonte

Na capital de Minas Gerais, as manifestações não contaram com caminhões de som, contudo se fizeram presentes na Praça da Liberdade, na Região Centro-Sul, embora em número menor de pessoas que os protestos anteriores.

O coordenador do Vem pra Rua em Minas, Max Fernandes, disse que cabe aos parlamentares “corrigir” o posicionamento do Supremo, considerando um “dever moral a aprovação da PEC que corrija o posicionamento do STF”.

Manifestações pelo Brasil

Também no Nordeste ocorreram manifestações, como em Salvador e Recife, embora com menor comparecimento que em outras capitais. Em outras cidades pelo Brasil, protestos foram confirmados, mas não havia informação sobre adesão.

Em todas os locais de manifestação não foram relatados incidentes, e a pauta foi praticamente a mesma: repúdio pela libertação dos presos que estavam condenados em segunda instância, rapidez na aprovação da PEC 410, apoio à operação Lava Jato e a CPI da Lava Toga.

16 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 16 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • I

    Indignado

    ± 0 minutos

    No dia 07/11/2019, foi institucionalizado "O DIA NACIONAL DA IMPUNIDADE". A decisão por 6x5 contra "a prisão em 2ª instância" traduz a afirmação de que "O CRIME COMPENSA". O Exemo. Sr. Ministro Barroso, do STF, relator de uma outra ação, assim definiu: "Corrupção mata, mata na fila do SUS, mata na falta de leitos, falta de medicamentos, mata nas estradas que não têm manutenção adequada, a corrupção destrói vidas que não são educadas adequadamente em razão da ausência de escolas, deficiências de estruturas e equipamentos”. Brasil está de LUTO !

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • N

    Neto

    ± 18 horas

    Então combater a impunidade e a corrupção é bandeira só da direita, jornalista desonesto?

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    JOSE DE PAULA

    ± 19 horas

    É A VOZ DO POVO ....AS LEIS ESTAO SENDO FEITAS PRA PROTEGER CORRUPTOS E DESONESTOS. STF ERROU FEIO ....CASO PENSADO...OU NEGOCIADO CLARO....ISSO É BRASIL...INFELISMENTE.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • E

    Edivaldo S

    ± 19 horas

    Porque cargas D'Água, o ******** tem que ser preso após condenação em segunda instância? Tem que ser preso no primeiro julgamento. E recorre preso, para a segunda instância. Caso contrário porque pagamos juízes a peso de ouro, Sr suas decisões só valerá após a confirmação pelo STF. Neste cenário demite os juízes de primeira e segunda instância e manda tudo para o STF, poupa tempo, dinheiro e stress

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • G

    Giorgia Cristina Farias Martins

    ± 20 horas

    Que alívio senti ao ler a notícia! Já estava achando que o povo brasileiro não faria nada! E repare que as manifestações foram organizadas _pelo_MBL_. Acho que isto já diz bastante.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • C

    CARLOS ROBERTO TEIXEIRA

    ± 20 horas

    Não foi uma manifestação da direita. Foi uma manifestação do povo honesto e trabalhador.Não foi só contra o ex presidente Lula mas sim contra todos os corruptos e bandidos.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • N

    Nielsen

    ± 21 horas

    Pessoal só vai na rua pq o Lula foi solto.. senão estariam em casa de boas vendo Eduardo Azeredo, Zé Dirceu e outros indo pra casa.. e onde está indignação com o Toffoli quando barrou a investigação contra o Filho do Bolsonaro ( Flávio ) e qdo o outro falou q tinha q voltar AI5, e a Joice que disse q Bolsonaro tem gabinete de fake news .. são tentas coisas, e antes de me xingarem não sou Ptista e tampouco Bolsonarista , apenas prezo pelo que é a lei e o correto. Sem essa de bandido de estimação de ambos os lados hein

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    2 Respostas
    • N

      Neto

      ± 18 horas

      Não acho não. Muito pior que o Lula solto é voltar a certeza de impunidade.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • S

      Sou Brasil

      ± 21 horas

      Nielsen, estamos falando do maior ladrão corrupto da história do país, já condenado e solto por um golpe jurídico. Comparações pífias não justifica nada!!

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • R

    Rubens Marques Farias

    ± 22 horas

    O artigo começa errado, pois não é uma manifestação da direita (fica uma como negativa) foi uma manifestação das pessoas de Bem, das pessoas honestas, trabalhadoras, que não querem ver o seu dinheiro dos impostos usados para o progresso do país, não para financiar ditaduras em países estrangeiros, não para enriquecer IM BECIS, VA GABUNDOS que nunca trabalharam na vida.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    2 Respostas
    • S

      Sonia Mendes

      ± 22 horas

      Comentário perfeito!

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • R

      Rubens Marques Farias

      ± 22 horas

      (Fica com uma conotação negativa)

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    All Jr

    ± 24 horas

    Parabéns aos que foram a esse movimento tão importante, de patriotas que realmente lutam por um Brasil melhor! Parabéns!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • C

    Carlos Indio do Brasil de Paula Neves.

    ± 24 horas

    O importante a ser ressaltado, não foi um manifestação de quebra-quebra, não houve tumultos, brigas, mas apenas exaltações do sentimento da maioria dos brasileiros de bem. Fica claro então, quem são os que foram para as ruas.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    JOSE FRANCISCO TOLEDO MELARA

    ± 1 dias

    Brasileiros e não apenas manifestantes...

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]