i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Balanço de 2019

13.º do Bolsa Família e primeira infância: o que Bolsonaro fez no combate à pobreza

  • 28/12/2019 15:16
Maior programa de combate à pobreza do Brasil, o Bolsa Família pode passar a se chamar Renda Brasil.
Maior programa de combate à pobreza do Brasil, o Bolsa Família pode passar a se chamar Renda Brasil.| Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Possivelmente a primeira promessa de campanha de Jair Bolsonaro que saiu do papel está relacionada ao combate à pobreza. A criação de um 13.º para as famílias que recebem o Bolsa Família foi repetida logo no dia da posse e reafirmada na cerimônia dos 100 primeiros dias de gestão. A edição da Medida Provisória 898, que instituiu o benefício apenas para 2019, veio quase no fim do ano. Demorou, mas aconteceu.

Ainda assim, o combate à pobreza é uma área na qual o governo tem muito o que avançar nos próximos anos. Tanto que após declarações desastradas do presidente, como a de que ninguém passa fome no Brasil, o próprio Bolsonaro cobrou a equipe econômica para propor um pacote social. E nessa cobrança ganharam relevância as ações dirigidas para a primeira infância, como as desenvolvidas pelo programa Criança Feliz, criado na gestão de Michel Temer (MDB) e fortalecido no atual governo.

Veja o que de mais importante o governo Bolsonaro fez nas políticas sociais de combate à pobreza em 2019:

13.º do Bolsa Família

Jair Bolsonaro prometeu, ainda durante a campanha eleitoral, que criaria um 13.° para os beneficiários do Bolsa Família e que isso ocorreria no primeiro ano de mandato. Seria um desafio: não havia previsão orçamentária para esse pagamento extra e o programa nem sequer tinha verba garantida para as despesas do ano todo. A criação do "salário extra" do Bolsa Família foi uma das ações que dependeu de um aval do Congresso para a liberação de créditos suplementares, uma medida necessária para que o governo não descumprisse a legislação orçamentária e incorresse em crime de responsabilidade.

O Bolsa Família, criado em 2003, não possui uma política de reajuste com periodicidade definida. Nesse sentido, o pagamento de um benefício extra viria para compensar a falta de aumento no valor básico da bolsa.

A promessa foi reafirmada em vários compromissos públicos. Ela começou a sair do papel em abril, quando foi um dos compromissos firmados para marcar os primeiros cem dias da gestão de Bolsonaro. A Medida Provisória que criou o benefício só foi editada em outubro e ainda está sendo analisada pelo Congresso; ficou para 2020. Mas os pagamentos deste ano já foram feitos.

O governo estuda a possibilidades de mudar o programa, ampliando os valores pagos e aumentando o escopo de beneficiários. A ideia começou a ser cogitada após o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), apresentar sua agenda social, que possui proposta para ampliar o programa, direcionando mais os benefícios para a primeira infância e instituindo uma política clara de reajuste. A reformulação pretendida pelo governo, no entanto, esbarra em uma questão orçamentária: faltam recursos para tirar as ideias do papel em 2020.

Primeira infância e o programa Criança Feliz

Ação que começou no governo Temer, o Criança Feliz é considerado o maior programa de acompanhamento familiar para desenvolvimento infantil no mundo. São acompanhadas crianças de até 6 anos e oferecidos aos pais instrumentos para que estimulem o desenvolvimento cognitivo, emocional e psicossocial dos filhos.

O ministro da Cidadania, Osmar Terra, lembrou que o Criança Feliz iniciou as visitas em 2017, com um custo de R$ 207 milhões. A proposta é terminar 2019 atendendo a 1 milhão de famílias, mas o recurso é de apenas R$ 377 milhões. Até o início de dezembro, o programa já havia atendido 846 mil pessoas em 2.787 cidades. O Ministério da Cidadania conseguiu um reforço de R$ 175 milhões no orçamento para investir no programa. A meta é chegar a 2022 com três milhões de beneficiários.

6 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 6 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

  • D

    David de Carvalho

    ± 2 dias

    Eis a lista completa do combate à pobreza do biroliro: - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • B

      BENEDITO APARECIDO TUPONI JUNIOR

      ± 2 dias

      Boa. Dar direitos para quem não trabalha e tirar direitos de quem trabalha.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • E

        ESTORVO

        ± 2 dias

        Bolsonaro combate a pobreza EXTERMINANDO os pobres! simples assim! Corta auxílios sociais, taxa seguro-desemprego, e acaba com esperança de aposentadoria dos trabalnadores (ao mesmo tempo que preserva os benefícios da elite - políticos, juizes, desembargadores e oficiais militares)...

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

        • J

          José Airton Gernano da Silva

          ± 3 dias

          Décimo Terceiro de bolsa família. Só um demente mesma.

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

          • L

            Lucas

            ± 3 dias

            Não apenas melhorar o beneficío mas também não ser uma renda fixa para a familía. Esse benefício é bom mas tem que ser temporário, até o cidadão terminar seus estudos e ter um emprego. Para isso é claro o governo tem que fazer nosso país atrativo para as novas vagas de empregos e termos uma boa educação. O que nao dá é pessoas se folgarem e achar que merecem receber a vida toda esse beneficio.

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

            Fim dos comentários.