i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Vídeo

Entenda em 1 minuto: ameaça ao projeto Sergio Moro 2022

  • PorGazeta do Povo
  • 25/08/2020 12:09

A mudança na legislação defendida pelos presidentes do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, e da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, prevê que juízes e membros do Ministério Público (MP) só poderiam ser candidatos oito anos, no mínimo, após terem deixado o cargo.

Mas o que é a quarentena para juízes? Entenda com a gente em um minuto.

Atualmente, juízes e membros do MP podem se candidatar para cargos públicos após seis meses de terem deixado o cargo. No entanto, há movimentações em Brasília que pretendem aumentar essa janela para oito anos.

O argumento para essa alteração é para evitar que juízes e membros do MP usassem seus cargos como trampolim para uma eventual candidatura.

Com isso, essa proposta é vista por alguns como um meio de evitar uma possível candidatura de Sergio Moro, em 2022. O ex-Ministro da Justiça era juiz da Lava Jato até 2017, deixando o cargo pouco antes de entrar para o governo de Jair Bolsonaro.

“Claro que não é para atingir o ex-ministro [Sergio] Moro”, afirmou Rodrigo Maia, durante participação no programa Roda Viva, da TV Cultura. “Eu acho que nem os deputados, nem os senadores nem o Supremo encaminhariam uma tese de fazer uma lei para proibir uma pessoa de disputar uma eleição. Ficaria muito ruim para a democracia brasileira.”

1 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 1 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • C

    Christiano Murat do Pillar

    ± 0 minutos

    Elogios a corruptos como Rodrigo Maia são inaceitáveis.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]