O fato de o Ministério da Saúde ter colocado presos nos grupos prioritários para receber a vacina contra a Covid-19 gerou muita controvérsia. Mas por que eles estão nessa lista? Entenda o porquê disso. 

Presos têm prioridade na vacinação, por quê?

Os detentos estão no terceiro grupo prioritário da vacinação, atrás apenas de profissionais de saúde, idosos e indígenas.

Isso significa que eles estão no mesmo grupo de profissionais da educação, membros de forças de segurança e pessoas com comorbidades.

De acordo com o Ministério da Saúde, a população carcerária é um grupo vulnerável em uma situação de maior exposição à infecção e impacto da Covid-19. A pasta destaca que os detentos são mais suscetíveis a doenças infecto contagiosas.

Com prisões em más condições e superlotadas, é impossível pensar em distanciamento social, o que faz desses locais um ambiente em potencial para surtos. E isso poderia causar até mesmo um aumento no número de casos do lado de fora.

Segundo o Ministério da Justiça, até janeiro, foram mais de 43 mil casos confirmados de coronavírus entre detentos e 13 mil servidores do sistema prisional. Entre os presos, foram 130 mortes.

Conteúdo editado por:Jenifer Ribeiro dos Santos
10 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]