i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Ausência de Celso de Mello

Regra do empate vira boia de salvação para políticos envolvidos na Lava Jato no STF

  • Brasília
  • 18/09/2020 20:20
Viagens secretas dos ministros do STF no ano passado custaram R$ 850 mil ao contribuinte.
Regra do empate vira brecha para políticos envolvidos na Lava Jato no STF| Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

A ausência do ministro Celso de Mello nos julgamentos da Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) tem facilitado a defesa de políticos envolvidos em processos criminais, como a Lava Jato. Desde que o ministro entrou em licença médica para passar por uma cirurgia, em 19 de agosto, seis julgamentos terminaram com empate, o que beneficia os réus. Metade dos casos envolve investigados na Lava Jato. A licença terminaria no dia 11 de setembro, mas o ministro estendeu o período até o dia 26.

Celso de Mello costuma ter o voto de minerva nos casos da Lava Jato na Segunda Turma do STF. De um lado, os ministros Edson Fachin e Cármen Lúcia costumam votar a favor das teses da operação. De outro, considerados ministros da ala garantista do STF, estão os ministros Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski, críticos dos métodos de investigação da Lava Jato. Celso de Mello costuma ser o fiel da balança, votando ora com uma ala, ora com outra.

Com a ausência dele das sessões, os julgamentos têm terminado em empate, o que em matéria criminal favorece os réus. Isso acontece devido ao princípio in dubio pro reo, segundo o qual a dúvida dos julgadores beneficia o réu nos casos criminais. A condenação só pode ser imposta quando não houver dúvidas de autoria e materialidade dos crimes cometidos e, segundo esse princípio, um empate nos tribunais é a expressão maior da dúvida.

STF já decidiu que empate beneficia o réu

Em 2012, o próprio STF já decidiu que empates beneficiam réus quando julgou o caso do Mensalão. Sete julgamentos do caso terminaram empatados. A posição foi definida por 10 votos a 1 - apenas Marco Aurélio discordou da tese de que os empates deveriam ser convertidos em absolvições. Para ele, o presidente do STF tem a prerrogativa de desempatar a questão.

Na época, Celso de Mello concordou que os empates devem beneficiar os réus. Ele destacou que a regra “encontra apoio não só na lei, mas na Constituição Federal”. “Essa regra, ainda que ditada sob regime autoritário, do Estado Novo de Vargas, consagra o princípio da presunção da inocência”, afirmou Celso de Mello durante o julgamento.

Agora, o Supremo vai voltar a se debruçar sobre o tema. No início de setembro, o ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato, propôs que o STF reveja a aplicação do princípio in dubio pro reo. Fachin sugere que a regra que determina que o empate beneficia o réu passe a valer apenas para julgamentos de habeas corpus, por ser uma ação de caráter urgente que implica na liberdade de ir e vir. Nos demais casos, o relator da Lava Jato recomenda que se aguarde o retorno do ministro ausente para conclusão do julgamento.

O caso será analisado pelo plenário do STF, mas ainda não há uma data prevista para a deliberação dos ministros.

Lava Jato já sofreu derrotas no STF durante ausência de Celso de Mello

Três julgamentos da Segunda Turma envolvendo a Lava Jato durante ausência de Celso de Mello terminaram em empate desde que o ministro saiu de licença médica.

No início de setembro, o empate levou ao retorno de um processo contra Marcos Antonio Pereira, ex-ministro da Indústria e Comércio do governo Dilma Rousseff, à Justiça Eleitoral do Distrito Federal.

A investigação teve início no STF, tendo como objeto a possível realização de pagamentos ilícitos da empresa Odebrecht a políticos da coligação “Com a Força do Povo”, da chapa Dilma Rousseff e Michel Temer, nas eleições presidenciais de 2014. Após Pereira deixar o cargo e perder o foro por prerrogativa de função, o caso foi remetido à Justiça Eleitoral do DF por haver indícios de crime eleitoral.

A Justiça Eleitoral, porém, remeteu o caso à Justiça Federal, o que foi contestado pela defesa. Fachin e Cármen Lúcia entenderam que o caso poderia ficar na Justiça Eleitoral. Já Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski votaram no sentido contrário, tese que acabou prevalecendo por causa do empate.

Na mesma sessão, o empate também levou à suspensão de uma ação penal contra o ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) e ex-senador Vital do Rêgo Filho e do o ex-deputado federal Marco Maia (PT/RS) na Justiça Federal de Curitiba.

Os dois são acusados de terem solicitado e recebido vantagem indevida para a obstrução dos trabalhos da CPMI da Petrobras, da qual eram presidente e relator, respectivamente. A investigação aponta que, em troca de doações para a campanha eleitoral de 2014, os parlamentares favoreciam empresários ligados a empreiteiras para que não fossem convocados para depor ou para que deixassem de submeter a votação pedidos de quebra de sigilo.

Na sessão da última terça-feira (8), o empate tirou da Justiça Federal de Curitiba parte do inquérito em que os ex-senadores Romero Jucá Filho e Valdir Raupp são investigados pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro relativos a irregularidades na Transpetro.

Segundo a denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR), os ex-parlamentares teriam recebido vantagem indevida sob a forma de doações eleitorais oficiais feitas por empresas a diretórios do PMDB (atual MDB), a pedido do então presidente da Transpetro, Sérgio Machado, em troca de apoio político para sua permanência no cargo.

Nos recursos, as defesas questionavam decisão do relator, ministro Edson Fachin, de encaminhar as investigações ao juízo da 13ª Vara Federal de Curitiba (PR), que julga os casos relacionados à Operação Lava-Jato, após a perda de prerrogativa de foro. Segundo os advogados, os eventuais ilícitos investigados não têm relação com a operação, pois a suposta prática de corrupção passiva teria sido consumada em Brasília, o que atrairia a competência da Justiça Federal no Distrito Federal para o processamento do caso.

Com os votos de Gilmar e Lewandowski, o caso foi remetido à Justiça Federal do Distrito Federal. Cármen Lúcia e Fachin foram voto vencido.

Não é só a Lava Jato

Não são apenas casos da Lava Jato que têm terminado com um impasse na Segunda Turma. Outros três julgamentos na ausência de Celso de Mello também acabaram empatados.

Ainda em agosto, a Segunda Turma reintegrou ao cargo um conselheiro do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso (TCE-MT) investigado pela suposta prática de corrupção passiva no exercício da função pública.

O empate também levou o colegiado a anular a condenação contra o doleiro Paulo Roberto Krug por crimes financeiros no caso Banestado. Gilmar e Lewandowski concluíram que houve quebra da imparcialidade do então juiz Sérgio Moro, que atuou na causa. Na fase de celebração do acordo de colaboração premiada, Moro tomou o depoimento de colaboradores, inclusive do doleiro Alberto Youssef, e, dessa forma, participou da produção da prova na fase investigativa.

No início de setembro, um julgamento na Segunda Turma que terminou empatado assegurou a concessão de prisão domiciliar a uma mulher presa por tráfico de drogas. Ela havia sido beneficiada pelo HC coletivo em que o STF concedeu o direito a gestantes e mães de filhos de até 12 anos, quando foi presa novamente.

Suspeição de Moro no caso Lula será julgada no STF

Um dos casos que pode voltar à pauta da Segunda Turma é o pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para que o ex-juiz Sergio Moro seja considerado parcial para julgar o petista. 

O voto de Celso de Mello é visto como essencial no julgamento. Fachin e Cármen Lúcia já votaram para negar o pedido. De outro lado, Gilmar e Lewandowski tendem a concordar com a tese da defesa.

Se o julgamento terminar empatado, a sentença do caso do tríplex no Guarujá pode ser anulada, o que também poderia ter efeitos em outros processos contra Lula iniciados por Moro.

O caso está paralisado por um pedido de vistas de Gilmar Mendes, que pode devolver o caso para julgamento a qualquer momento.

Aposentadoria de Celso de Mello

Além da licença médica de Celso de Mello, outro fator pode gerar mais empates nos julgamentos da Segunda Turma do STF. O ministro vai se aposentar compulsoriamente no início de novembro, quando completa 75 anos.

O lugar dele deve ser ocupado pelo ministro indicado para o cargo pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Mas o processo de escolha é longo e o indicado precisa passar por uma sabatina no Senado antes de ser nomeado. Enquanto isso, a Segunda Turma ficaria apenas com quatro ministros.

Uma possibilidade é que algum outro ministro peça transferência da Primeira para a Segunda Turma depois da aposentadoria de Celso de Mello. Nos bastidores, há uma tentativa de convencer o ministro Dias Toffoli, que deixou recentemente a presidência do STF, a pedir a transferência. Toffoli tende a se alinhar aos ministros garantistas do colegiado, o que pode causar ainda mais derrotas para a Lava Jato. O ministro, porém, tem resistido a ideia de trocar de Turma. 

23 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 23 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • R

    Rogério

    ± 11 horas

    Muito antes de ser ministro e por debaixo da toga, existe um ser humano tão isento quanto cada um de nós...! Via de regra, a Lei vale para todos e cada um a interpreta ao seu modo... Se a Lei fosse verdade absoluta não haveria julgamento, milhares de autores discorrendo sobre a mesma, jurisprudências, etc...

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • P

    Paulo Santos

    ± 12 horas

    Problema difícil de resolver. Será que haveria a possibilidade de deslocar um dos juízes da primeira turma, temporariamente, para a segunda ? Com boa vontade seria fácil, mas com má vontade IMPOSSÍVEL. E blindem-se os bandidos com apenas dois votos do STF.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    Mario José Javarys

    ± 13 horas

    Já combinado anteriormente e só estamos aguardando a aposentadoria e até lá os dois ainda vão fazer muito contra o país. Aproveito para pedir ao presidente lembrar do MARCELO BRETAS.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    Juan Pablo da Cruz

    ± 14 horas

    O STF é uma VERGONHA. Gilmar e Lewandowski, bem se fala. Fux, corrija a composição desta segunda turma. Leva pra plenário 11

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • C

    Carlos Tadeu Furquim

    ± 14 horas

    Em uma côrte séria, esses casos seriam postergados até que a turma estivesse completa. Por que a pressa agora? Imoral.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • E

    EDGAR ALBERTO PERIN

    ± 15 horas

    Como vemos, neste país não existe a verdade. Existem versões dela! Mas a verdade mesmo é que o STF é uma vergonha, um bando de apátridas unidos pra soltar corruptos. E o pior, temos que pagar caro, muito caro, pra manter essa "justiça". E, assim, os bandidos se divertem. Triste realidade!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • L

    Luiz Alberto

    ± 17 horas

    O nosso "excelso pretório" com seu latinório tá cada dia mais Diretório. Diretório Acadêmico de curso de humanas nas nossas Federais Universidades. Fosse o Brasil uma republiqueta minimamente séria e não haveria possibilidade de empate. Convoca o Decano do STJ ou o próprio Presidente para substituir temporariamente a Excelência ausente. as não é assim que a banda toca. Além de leis, e decisões lenientes com a bandidagem, absolvição por excesso de provas e tantos dribles mais nos vem essa de empate programado. Mas não se iludam não. Vem coisa muito pior por aí.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • G

    GISELE

    ± 23 horas

    Esse decano não poderia encerrar de outra forma sua carreira como “juiz de *****”. Atitude desprezível !

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    ALTOÉ

    ± 2 dias

    Caro Jaison está difícil de saber quem é a pior peste do STF na atual conjuntura. Eu acho que está é a pior composição deste Tribunal de todos os tempos. O judiciário brasileiro está podre por dentro é uma podridão com raríssimas exceções. Pobre Brasil.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • C

    Carlos Roberto

    ± 2 dias

    Celso de Mello é o principal responsável por esta "tábua de salvação" dos bandidos da Lava Jato. Sobre o Gilmar Mendes e Enrique Ricardo Lewandowski , todos já sabemos suas posições desde o Mensalão. Agora, Celso de Mello, totalmente fora de combate e a dois meses para deixar compulsoriamente a toga, insiste em não antecipar a aposentadoria mesmo vendo esta lambança dos dois ministros acima citados.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    Jailson

    ± 2 dias

    Tudo naufraga no STF em nome dos interesses dos corruptos. E a corrupção se perpetua no país. GM é a pior peste que uma nação pode ter.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    APJr

    ± 2 dias

    A Farra de Bode de sempre ! Ver esse nosso STF soltar bandidos, abrir inquéritos ilegais, prender inocentes para proteger atos suspeitos praticados por seus membros e por familiares dos seus membros, violentar a liberdade de imprensa, agredir a constituição da qual deveria ser defensor e agir ao arrepio da lei tornou-se parte do nosso dia a dia. GRANDE VERGONHA NACIONAL É ESSE ANTRO DE MALACOS ...

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    Jota

    ± 2 dias

    Esse comentário foi removido por não estar de acordo com os Termos de Uso.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • pradojoseeduardo@gmail.com

    ± 2 dias

    A justiça brasileira fede mais que excrementos de cães, é jogo com juiz e bandeirinhas comprados, nos tira a esperança de vivermos em um país decente, se essa porcaria continuar funcionado dessa maneira, e ninguém tomar providências, o melhor é ir embora viver onde não tenhamos que assistir essa canalhice.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • E

    Erison

    ± 2 dias

    Esse comentário foi removido por não estar de acordo com os Termos de Uso.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • P

    Polaco

    ± 2 dias

    Aqui no Brasil os bandidos prendem os mocinhos e o povo aplaude!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    Marcus Pinheiro Machado

    ± 2 dias

    0s outros jornais que me perdoem,mas a Gazeta está horrivel. Perda de tempo ler

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    2 Respostas
    • M

      Michel

      ± 2 dias

      É a opinião dele, não precisa baixar o nível.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • F

      Freitas

      ± 2 dias

      Esse comentário foi removido por não estar de acordo com os Termos de Uso.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • K

    Klin

    ± 2 dias

    Não há solução num horizonte próximo. Sai Mello e entra Toffoli. Qual é diferença entre a ausência de Mello e a presença de Toffoli? O desempate em favor do corrupto (réu). Talvez, não pautar a ação ou pedir vistas até uma nova constituição da 2a. turma sem vislumbrar a prescrição das ações.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • P

    Pzig

    ± 2 dias

    Boia de salvação??!! Que ridículo, quer dizer mais um dos inumeráveis subterfúgios entre os infinitos que tem essa corja,. Isso sim!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • S

    Salo

    ± 2 dias

    Este ministro Celso vai encerrar sua carreira de modo triste e deprimente. Ele sabia que os 2 outros que são contra punir bandidos empatariam então, a bem da justiça e do povo deveria ter antecipado a aposentadoria.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • P

      Paulo Henrique

      ± 2 dias

      Troco de nome se não estiverem mancomunados.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]