Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Bahia: chuva atinge 66 cidades, causa rompimento de barragens e deixa 18 mortos
| Foto: Divulgação / Governo do Estado da Bahia

O fim de ano mais chuvoso dos últimos 10 anos já deixou 18 mortos e 37 cidades fortemente atingidas no sul da Bahia. Os dados foram confirmados neste domingo (26) pelo governador Rui Costa (PT), após um sobrevoo feito na região de Vitória da Conquista, onde uma barragem rompeu com as fortes chuvas na madrugada de sábado para domingo. Outra barragem rompeu em Jussiape, na região da Chapada Diamantina. Costa assinou decreto que amplia para 72 o número de cidades em situação de emergência.

A Defesa Civil da Bahia estima que os temporais que castigam as regiões sul e sudoeste desde novembro fizeram com cerca de 3,8 mil pessoas perderem suas casas, e outras 11 mil tiveram que abandonar os lares. As estimativas oficiais apontam que quase 400 mil pessoas foram, de alguma forma, afetadas pelas chuvas no estado.

De acordo com as polícias rodoviárias federal e estadual da Bahia, 10 rodovias estão com bloqueios ou totalmente interditadas. A BR-330 está com uma cratera aberta na região de Ubatã, cidade banhada pelo Rio de Contas.

Na capital, Salvador, moradores de dois bairros tiveram que sair de casa na noite de sábado por causa do risco de deslizamentos de terra e desabamento de edificações. O alerta veio por meio de sirenes, que soaram após o volume de chuvas superar 150 milímetros em 72 horas.

Em entrevista à TV Bahia, Rui Costa afirmou que não se lembra de uma tragédia tão grande ter atingido o estado. “Visitei Itabuna e Itajuípe e as imagens são muito fortes. Infelizmente, em Itabuna e Ilhéus, grande quantidade de casas completamente debaixo d'água. Itajuípe, todo centro, debaixo d'água”, disse.

O governador confirmou que bases de apoio às equipes que trabalham no atendimento às vítimas serão construídas nas cidades de Itapetinga, Vitória da Conquista, Ipiaú e no Vale do Jiquiriçá. Uma outra base já havia sido montada em Ilhéus, no sábado. Além do governo federal, outros cinco estados – Espírito Santo, Minas Gerais, Maranhão, Paraíba e São Paulo – anunciaram que vão enviar apoio às cidades baianas atingidas pelos temporais.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]