Blog / 

Rodrigo Constantino

Um blog de um liberal sem medo de polêmica ou da patrulha da esquerda “politicamente correta”.

Artigos

Precisamos falar sobre Lula… e sobre os “isentões” que ainda defendem o PT

(Foto: Edson Ruiz/Coofiav/Folhapress)

Já mostrei em outras oportunidades como certos “isentões”, no fundo, dão sempre um jeito de defender o PT. Um caso clássico é o jornalista Helio Schwartsman. Sempre pairando acima da humanidade, adepto da “razão pura” contra nossas paixões animalescas, Helio tenta posar de moderado, mas vive escorregando para a esquerda, até mesmo a seu extremo.

Ele já declarou ter sido simpático ao projeto petista no “passado”, e pelo visto é difícil retirar o ranço. Helio acha que o PT continua sendo fundamental para nossa democracia, como um partido de esquerda voltado para as massas. É uma visão ingênua e boboca do que sempre foi o projeto petista. Talvez seja doloroso demais ele simplesmente admitir que foi enganado, que bancou o otário apesar de toda a sua “racionalidade”. Mas sem dúvida seria mais honesto.

Em sua coluna de hoje, Helio voltou a “atacar” Lula e essa estratégia nefasta do PT de insistir na narrativa de perseguição política e golpe, mas fez isso no afã de salvar o PT. Diz ele:

Para dar uma aura de decoro à candidatura de um condenado por corrupção, o PT pinta Lula como um perseguido pela Polícia Federal, Ministério Público, Justiça (1ª, 2ª, 3ª e 4ª instâncias), imprensa e empresariado. Até seria verossímil que uma dessas instituições tivesse se voltado contra ele, mas será crível que todas o tenham feito ao mesmo tempo?

Manter o discurso do complô exige negar legitimidade ao Judiciário, um dos três Poderes da República, o que, obviamente, não pode fazer parte do projeto de um partido democrático. Não dá para solapar as bases do Estado que se pretende administrar. Note-se que Lula poderia perfeitamente questionar o resultado de seus julgamentos sem contestar a instituição, mas isso enfraqueceria sua retórica.

E essa é só uma das muitas incoerências em que o PT se lança ao sustentar o insustentável. O efeito colateral mais grave, a meu ver, é que a insistência em Lula impede o partido e a própria esquerda de acertar contas com os graves erros éticos e econômicos cometidos nas gestões petistas e de seguir em frente. Enquanto estiver algemado a Lula, o PT terá grandes dificuldades em atualizar seu projeto de país.

De onde o colunista tirou que o PT tem algum interesse em “acertar contas com os graves erros éticos e econômicos” cometidos? Aliás, só de chamar de “graves erros éticos” o maior esquema de roubalheira e a tentativa escancarada de destruir nossa democracia mostra bem o grau de eufemismo usado pelo “isentão”. Helio ainda não se deu conta de que o PT é uma quadrilha organizada para assaltar o estado? Em que planeta ele vive?

O jornalista fala em “atualizar seu projeto de país”. Como?! Qual “projeto de país” o PT possui? Helio não leu os projetos no site do partido? Não viu as atas do Foro de São Paulo? Não tem conhecimento do apoio aberto que o PT dá ao regime ditatorial venezuelano? Qual seria esse “projeto de país” que o PT teria que atualizar, segundo Helio Schwartsman?

Esses jornalistas que bancam os “imparciais” na imprensa não perceberam ainda que a coisa mudou, que temos agora as redes sociais para expor esse viés ideológico muito mal disfarçado? Helio pode enganar alguns trouxas do establishment, e mostrar como “sinal de virtude” que “até” critica Lula e o PT. Mas para qualquer um que consegue ler nas entrelinhas, o que salta aos olhos é um patético apoio ao PT, como se fosse um partido que devesse ser levado a sério e tivesse utilidade à nossa democracia. Que piada de mau gosto!

Rodrigo Constantino

8 recomendações para você

Sobre / 

Rodrigo Constantino

Economista pela PUC com MBA de Finanças pelo IBMEC, trabalhou por vários anos no mercado financeiro. É autor de vários livros, entre eles o best-seller “Esquerda Caviar” e a coletânea “Contra a maré vermelha”. Contribuiu para veículos como Veja.com, jornal O Globo e Gazeta do Povo. Preside o Conselho Deliberativo do Instituto Liberal.

Saiba Mais

Arquivos

informe seu email e receba nosso conteúdo gratuito