Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Tecnologia
  3. As guitarras estilosas da banda MegaDriver

Música e games

As guitarras estilosas da banda MegaDriver

Vídeo |
Vídeo
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

São Paulo – Ah, as lembranças da infância... Quem cresceu jogando pérolas dos games, como Castlevania, Streets of Rage, Sonic, Street Fighter e Golden Axe sabe: muito além do que rolava na telinha, a música que embalava as sessões de diversão eletrônica ficou marcada na memória. Foi essa a motivação de Nino Tornisiello, de 28 anos, que decidiu prestar homenagem aos games que fizeram sua cabeça. No começo, tudo era uma despretensiosa brincadeira - uns acordes aqui, uma programação de bateria eletrônica ali... Até que o simples passatempo deu origem a uma banda, MegaDriver.

Tudo começou quando Nino, aos 14 anos, jogava com os amigos o saudoso Mega Drive, console de 16 bits da Sega que fez história na década de 90. Pouco a pouco, Nino foi tirando as músicas dos jogos na guitarra. Com o tempo, ele foi adquirindo mais habilidade e começou a se arriscar, rearranjando as músicas.

A aventura de Nino começou em 1999. Amante do som pesado, ele tentou entrar em várias bandas e sempre levou a idéia de tocar temas de jogos. A resposta nunca foi positiva. Ninguém botava fé no poder da “game music”. Decidido a perseguir seu sonho, começou a estudar sozinho outros instrumentos além da guitarra. Em 2003, surgia a banda MegaDriver.

A MegaDriver tem como marca suas guitarras estilosas. A Sega Guitar, feita com a carcaça de um clássico Mega Drive japonês, foi a primeira. Mas a última obra de Nino é insuperável. Ele criou uma guitarra inspirada no personagem Sonic, que usa para tocar a própria música do game.

Mestres

Apesar de não ser reconhecida como arte pela maioria das pessoas a trilha sonora que embala os games começa a ganhar cada vez mais espaço. Músicos como Nobuo Uematsu, responsável pela música da famosa série de RPGs eletrônicos Final Fantasy, compõem obras completas, que ultrapassam os limites dos jogos e ganham as salas de concerto.

Outro gênio da game music é o japonês Yuzo Koshiro. Diferente de Uematsu, Koshiro faz música eletrônica. Seu trabalho, que pode ser ouvido em grandes jogos da Sega dos anos 90, mudou completamente a indústria, que passou a investir mais na música dos jogos.

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE