Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Além de quase 200 funcionários da empresa e terceirizados, a Autopista Litoral Sul, concessionária que administra as rodovias BR-376 e BR-101, está utilizando mais de 50 veículos no trabalho de limpeza dos trechos em que houve deslizamento de terra durante o último fim de semana. De acordo com a empresa, as equipes têm se revezado para que o trabalho não seja interrompido em momento algum e as pistas sul dos quilômetros 684 da BR-376 e 13 da BR-101, que ainda estão interditados, sejam liberadas o mais rápido possível.

Enquanto isso, o tráfego está sendo realizado pela pista norte em meia-pista. Segundo a Autopista Litoral Sul, não há congestionamentos nesses locais, apenas um fluxo um pouco mais lento. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) orienta os motoristas que passam pelos locais para facilitar o tráfego. Apesar do intenso trabalho dos funcionários da concessionária e terceirizados, ainda não há uma previsão de quando as pistas que permanecem interditadas serão liberadas.

Os dois trechos ficaram fechados totalmente até a madrugada de quarta-feira. No quilômetro 684 da BR-376 um deslizamento de terra impedia a passagem dos veículos, enquanto no quilômetro 13 da BR-101 o problema foi um afundamento de pista. Nos dois locais, apenas a pista sentido norte foi liberada e transformada em mão dupla.

A recomendação da PRF é para que os motoristas utilizem as rodovias apenas em caso de extrema necessidade e com muito cuidado.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]