i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
mais médicos

43 médicos estrangeiros desembarcam em Curitiba

Paraná ainda recebe mais 33 profissionais neste domingo, totalizando 76 pessoas

  • PorGilson Garret jr. e Rafael Neves
  • 26/10/2013 14:39
Até domingo (27), 76 profissionais devem desembarcar em Curitiba. A capital e Foz do Iguaçu são as cidades que mais vão receber inscritos | Bruno Covello/Gazeta do Povo
Até domingo (27), 76 profissionais devem desembarcar em Curitiba. A capital e Foz do Iguaçu são as cidades que mais vão receber inscritos| Foto: Bruno Covello/Gazeta do Povo

Médicos serão direcionados a 18 municípios

Os 76 profissionais escalados para atuar no Paraná neste segundo grupo do programa Mais Médicos serão designados a dezoito municípios. Curitiba e Foz do Iguaçu, com treze pessoas cada, são os que receberão o maior reforço. Confira a lista:

Araucária – 2

Cambé – 3

Campo Largo – 1

Colombo – 5

Curitiba - 13

Fazenda Rio Grande – 3

Foz – 13

Guaíra - 2

Guarapuava - 7

Jataizinho - 2

Lapa - 2

Londrina - 7

Mal. Cândido Rondon - 2

Piraquara - 4

Santa Helena - 2

São Miguel do Iguaçu – 5

Sarandi - 2

Tunas do Paraná - 1

Quarenta e três médicos estrangeiros desembarcaram neste sábado (26) no Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. Dois aviões da Força Aérea Brasileira (FAB), vindos de Brasília, chegaram com os novos profissionais. O primeiro grupo, composto de 19 pessoas, desembarcou por volta das 16h. O segundo, que pousou às 19h30, levava outros 24 inscritos no programa.

Esta é a segunda etapa do Programa Mais Médicos no Paraná. O primeiro grupo, que chegou ao estado nos dias 14 e 15 de setembro, era composto de trinta participantes. Os médicos foram recebidos pela Ministra Chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann. No domingo (27), ainda sem horário definido, desembarcam os 33 médicos restantes, totalizando 76designados para trabalhar no Paraná. Todos vão passar por uma semana de treinamento em Curitiba e passam a atuar em seus municípios no dia 4 de novembro.

Dos trabalhadores que chegam durante o fim de semana, apenas cinco são brasileiros. Entre os 71 restantes, a maioria é composta de cubanos, com 59 pessoas. Também há médicos da Argentina, Bolívia, Colômbia, Venezuela, Peru, Espanha e Índia. Eles devem começar a trabalhar no dia 4 de novembro em 18 municípios do estado. As maiores delegações foram direcionadas para Curitiba e Foz do Iguaçu, com 13 membros cada uma.

Antes de desembarcar na capital paranaense, os médicos passaram por três semanas de treinamento em Brasília. O pediatra argentino Ricardo Helmselt, que tem 30 anos de profissão, diz que o período foi uma experiência muito rica. "Ao longo destas três semanas, foi possível conhecer as características do país. Estou animado e espero ser bem recebido pelos brasileiros e pelos meus pacientes em particular", declarou o médico, que vai clinicar em Foz do Iguaçu.

Distribuição obedeceu demanda, diz governo

A ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, afirmou que os médicos foram designados para preencher demandas em locais onde não há médicos brasileiros em número suficiente. Segundo Gleisi, os profissionais vão todos atuar em unidades de saúde, geralmente nas periferias nas cidades. Todos os médicos devem atuar no atendimento básico, independente da especialidade que apresentem. A jornada dos trabalhadores será de oito horas diárias e cinco dias por semana.

Curitiba deve estender horário de atendimento

O secretário municipal de saúde de Curitiba, Adriano Massuda, afirmou que os 13 médicos direcionados para Curitiba devem clinicar em bairros da regional Bairro Novo, como Sítio Cercado e CIC. As unidades de saúde na qual eles estiverem lotados devem ter o horário de atendimento estendido de até as 19h para as 22h.

Confira fotos da chegada dos médicos

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.