Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Cenografia  já começou a ser montada em frente ao prédio. | Pedro Serapio/Gazeta do Povo
Cenografia já começou a ser montada em frente ao prédio.| Foto: Pedro Serapio/Gazeta do Povo

Na próxima sexta-feira, 2 de dezembro, quando os funcionários do Bradesco do edifício Palácio Avenida encerrarem o expediente, por volta das 17h, uma equipe vai começar a afastar os móveis para o centro dos escritórios do primeiro, segundo e terceiro andares. Ao mesmo tempo, no térreo, o coral composto por 120 crianças de 7 a 12 anos já vai estar ocupando seu camarim, o teatro do prédio. Para 85% delas, subir as escadas em direção às janelas vai ter sabor de estreia. A multidão que começará a se aglomerar pela XV de Novembro não vai deixar dúvidas: começa a temporada de Natal em Curitiba.

Natal Palácio Avenida 2016

A inesquecível viagem de Natal

Onde: Palácio Avenida

Quando: 2, 3, 4, 9, 10, 11, 16, 17 e 18 de dezembro (às sextas, sábados e domingos)

Horário: 20h15

Duração: 45 minutos por apresentação

Em seu 26.º ano, agora sob a tutela do Bradesco, que recentemente assumiu as operações do HSBC, o Natal do Palácio Avenida movimenta uma produção digna de teatro musical, com cerca de 500 profissionais envolvidos diretamente, um trabalho que começa ainda no primeiro trimestre com a definição do tema, segundo conta Wado Gonçalves, diretor de criação do espetáculo pelo sexto ano consecutivo.

Durante a última semana a equipe já ocupou três salas do banco, que funcionam para a finalização de adereços (cerca de 3 mil, a serem usados pelas crianças durante apresentação nas janelas) e figurinos (mais de 500, assinados por Fabio Namatame e Miko Hashimoto). Um vai e vem infinito que agita o ambiente naturalmente formal de uma instituição bancária.

No palco do teatro, a coreografia foi repassada com os adultos do espetáculo. Além das 120 crianças (das quais nove são solistas, seis meninos e três meninas), 13 artistas de Curitiba, entre bailarinos e artistas circenses, compõem o Natal do Palácio Avenida.

Ricardo Rizzo (direção cênica), Keila Bueno (direção de movimento), Dulce Primo (direção musical), Diego Lima (iluminação) e Anderson Bueno (visagismo) completam o time que conduz o espetáculo nas próximas três semanas.

O tema

“A Inesquecível Viagem de Natal” é o tema deste ano, uma representação onírica infantil que é ambientada em 24 de dezembro. “O personagem principal embarca em um trem mágico que faz uma viagem utópica pelo Brasil, desvendando as festas populares e tradicionais que celebram o nascimento do menino Jesus”, conta Wado Gonçalves, que teve como referências principais os filmes “O Expresso Polar” e “A Invenção de Hugo Cabret”.

Folias de reis, festas do Divino e maracatus são representados durante esta jornada do garoto e do público, conduzidos por um maquinista muito especial.

A história é marcada pelo passar do tempo. Um relógio com sistema digital já foi instalado no topo do Palácio Avenida e vai começar a antecipar o espetáculo já a partir das 17h de todos os dias de apresentação, momento em que o público começa a chegar para garantir um bom espaço. Os efeitos especiais deste ano são vídeo mapping (que projeta imagens em qualquer superfície), sistema de CO2, com jatos de mais de 15 metros de altura, gelo seco, chuva de papel, fogos de artifício e explosões de serpentina.

O repertório deste ano tem 21 canções, das quais sete são inéditas. Composições famosas nas vozes de Ivan Lins, Milton Nascimento, Elis Regina e Gonzaguinha, por exemplo, completam um espetáculo “bem raiz”, diz o diretor de criação.

Crianças do coral são atendidas por instituto

Quando a venda do HSBC ao Bradesco foi formalizada, muito mais do que a manutenção do espetáculo de Natal, a preocupação era o impacto que haveria para as ações do Instituto HSBC Solidariedade, que atendia cerca de 350 crianças e adolescentes em Curitiba e na região metropolitana, das quais parte integra o coral da festa tradicional.

A boa notícia é que, assim como o Natal do Palácio Avenida continuou, o programa foi garantido após a migração total. “Todos os projetos apoiados pelo HSBC Brasil foram honrados e o Programa Educação, do qual fazem parte as crianças do espetáculo de Natal, será mantido”, disse o Bradesco em nota.

O banco, com sede em Osasco (SP), também manteve algumas tradições que foram sendo consolidadas ao longo dos 26 anos de apresentações.

Uma delas é a que envolve os Anjos de Natal, funcionários do banco que foram selecionados para auxiliar as crianças durante ensaios e apresentações. Além de serem assessoradas por uma equipe de engenharia de segurança (sob os figurinos, usam cintos), terão a ajuda dos voluntários para trocarem de adereços e de roupa.

“O Bradesco é tradicional e para nós é muito importante preservar um espetáculo que tem total aderência à crença de que a cultura tem poder de transformar sociedades e indivíduos”, afirma Márcio Parizotto, diretor de Marketing.

  • Wado Gonçalves, diretor de criação do espetáculo.
  • O visagista Anderson Bueno em teste de caracterização com o ator Pedro Bonacin
  • Acessórios que compõem figurino do espetáculo
  • Equipe finaliza adereços em uma sala do Palácio Avenida.
  • Parte dos adereços que serão utilizados nas janelas
  • Equipe de costura faz últimos ajustes nos figurinos.
  • Adereços também receberam últimos retoques
  • Bailarinos ensaiam no teatro.
  • Vista da XV de novembro do palco principal.
  • Circo e estações de trem inspiraram cenografia.
  • Sala de figurinos repleta de peças.
  • Detalhe do palco picadeiro.
Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]