Um homem armado com explosivos e garrafas de coquetéis molotov invadiu a sala de uma juíza no Fórum do Butantã, na zona oeste de São Paulo, para tentar matá-la, na tarde desta quarta-feira (30).

Ele manteve a mulher refém, a agrediu e jogou álcool nela, sob ameaça de atear fogo, disse uma testemunha ao programa “Brasil Urgente”, da Band.

Quando seguranças do fórum chegaram à sala, o homem segurava a juíza pelo pescoço. Ainda não foram divulgadas as circunstâncias em que o criminoso se entregou. A juíza, da Vara de Violência Doméstica, foi socorrida e levada ao Hospital Albert Einstein. O homem foi preso. Ambos ainda não tiveram os nomes divulgados. Policiais e bombeiros estavam no local para se certificar de que não há explosivos deixados no fórum.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o autor tinha uma audiência em razão de uma acusação de agressão contra mulher pela Lei Maria da Penha, que protege mulheres vítimas de violência ou ameaçadas. O homem se dizia inocente da acusação.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]