Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Vida e Cidadania
  3. Amigos e familiares de jovem morto em assalto promovem passeata pela paz

Filho do comandante dos bombeiros

Amigos e familiares de jovem morto em assalto promovem passeata pela paz

Concentração começou às 18 horas, no bairro Rebouças. Manifestação seguiu até a Igreja Imaculado Coração de Maria, onde foi celebrada uma missa de sétimo dia

  • Célio Yano e Adriano Ribeiro, com informações de Ari Silveira
  • Atualizado em às
A grande maioria dos manifestantes usava camisetas brancas, muitas delas com a foto do rapaz |
A grande maioria dos manifestantes usava camisetas brancas, muitas delas com a foto do rapaz
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Amigos e familiares de Jorge Guilherme Marinho Martins, assassinado na semana passada durante uma tentativa de assalto em Curitiba, fizeram no início da noite desta quarta-feira (28) uma passeata pela paz. Martins era filho do comandante do Corpo de Bombeiros do Paraná, coronel Jorge Luiz Thais Martins.

Pelo menos 200 pessoas participaram da manifestação. A grande maioria usava camisetas brancas, muitas delas com a foto do rapaz. Os manifestantes também carregavam cartazes, faixas, flores e balões brancos. Jéssica Andrade Casas, namorada de Martins, também participou da passeata. Ela foi ferida no braço durante o assalto e passou por uma cirurgia no Hospital Vita, mas recebeu alta na noite da última terça-feira (27).

A concentração começou às 18 horas no Rebouças, na Rua Brigadeiro Franco, 3.379, perto do local em que Martins morava. O grupo saiu por volta das 19 horas do local, seguiu pela Brigadeiro Franco até a Avenida Getúlio Vargas. Por volta das 19h40, eles chegaram até a frente Igreja Imaculado Coração de Maria, na Praça Ouvidor Pardinho, onde vários balões brancos foram soltos. No local, às 20 horas, estava prevista a missa de sétimo dia de Martins. Equipes do Batalhão da Polícia de Trânsito (BPTran) acompanharam o trajeto.

Martins tinha 26 anos. Ele foi assassinado por volta das 6h30 do último dia 22, quando deixava a namorada em frente à residência dela, no bairro Boqueirão. Um assaltante que queria levar o carro que o casal ocupava teria disparado contra Jéssica antes de o jovem reagir e também ser baleado. Aproximadamente mil pessoas acompanharam o enterro de Martins, realizado na manhã de sexta-feira (23), no Cemitério Municipal Água Verde.

Retrato falado

Na terça-feira, a polícia divulgou o retrato falado do suspeito do crime. De acordo com a Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesp), o retrato foi desenhado a partir de informações repassadas por Jéssica. “Algumas características, como um boné e uso de aparelho nos dentes, devem ajudar na identificação do criminoso”, disse Dirceu Shactae, delegado-chefe da Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos (DFRV) à Agência Estadual de Notícias. Até o final da tarde desta quarta-feira nenhuma denúncia havia sido recebida pela DFRV.

Segundo a polícia, o suspeito tem cabelos e olhos castanhos, aproximadamente 18 anos, cerca de 1,72 metro e 65 quilos. A semelhança do desenho com as características reais do indivíduo é estimada em 85%.

Além da DFRV, estão à frente das investigações a Delegacia de Homicídios e Comando do Policiamento da Capital da PM. A polícia pede que quem tiver alguma informação sobre o suspeito do crime deve entrar em contato pelos telefones 190, 197 ou 181, ou pelo telefone direto de DFRV, 3314-6400. A identidade do denunciante será mantida em sigilo.

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE