Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Aplicativo Sabe: crianças e adolescentes podem denunciar diferentes tipos de violência
| Foto: Divulgação / MMFDH

Crianças e adolescentes agora podem fazer denúncias sobre violência, maus tratos, abuso sexual e outros tipos de violações de seus direitos por meio do aplicativo Sabe - Conhecer, Aprender e Proteger. A iniciativa é do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) e está disponível para o sistema operacional Android. A plataforma também pode ser acessada pelo endereço https://sabe.mdh.gov.br/infantil/.

>> Faça parte do canal de Vida e Cidadania no Telegram

Por meio da aba de denúncias, a criança ou o adolescente poderá conversar com um atendente do Disque 100. Além disso, o app Sabe traz informações sobre como identificar os tipos de violência, abuso sexual, exposição na internet e ainda sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

Segundo o MMFDH, o app conta com duas interfaces - uma para crianças a partir de 6 anos e outra para adolescentes a partir de 12 anos. Os conteúdos são adaptados para as faixas etárias desses dois públicos e também incluem vídeos e histórias.

“A criança e o adolescente formam o grupo que mais sofre violência no Brasil. De cada 100 ligações que recebemos de denúncia, 94 são feitas por um adulto que faz por ela. Com o Sabe, as próprias crianças e adolescentes podem fazer a denúncia das violências sofridas”, afirmou o secretário Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente, Maurício Cunha, ao site do MMFDH.

O app foi desenvolvido pelo ministério em parceria com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), Fundação Abrinq, Childhood Brasil e Editora Caqui.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]