Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

A agência do Banco do Brasil do Bacacheri, em Curitiba, foi assaltada na manhã desta segunda-feira (13), depois que bandidos renderam um vigilante e um funcionário que fazia a reposição de dinheiro em caixas eletrônicos. A arma do vigia e um malote de dinheiro foram levados pelos assaltantes.

O roubo ocorreu por volta das 9h45, na agência que fica à Avenida Erasto Gaertner. Segundo o secretário de assuntos de políticas sociais e estudos socieconômicos do Sindicato dos Bancários de Curitiba e Região, Pablo Diaz, o vigilante e o funcionário do banco tinham cruzado a porta giratória e estavam no anexo de auto-atendimento da agência, quando foram abordados por um homem armado. Outros dois bandidos davam cobertura, do lado de fora do estabelecimento.

Segundo o sindicato, no malote roubado havia mais de R$ 100 mil em dinheiro. Além da arma do vigia, os bandidos também chegaram a levar objetos pessoais de alguns clientes que estavam no espaço de auto-atendimento do banco. Testemunhas relatam à Polícia Militar (PM) que os assaltantes fugiram a pé.

O assalto é investigado pelo Centro de Operações Policiais Especiais (Cope). Segundo delegado Hamilton da Paz, uma equipe da especializada fez um levantamento preliminar da agência e a polícia deve ouvir, a partir de terça-feira (14), testemunhas do crime. O vigilante e o bancário que fazia a reposição do dinheiro nos terminais também devem prestar depoimento. O sindicato informou que esta é a segunda vez que esta agência é assaltada. O outro roubo teria ocorrido há três anos.

Segunda agência assaltada em dezembro

Este foi o segundo caso de assalto a banco registrado na capital paranaense neste mês. Na quarta-feira (8), uma agência do Santander situada no bairro Água Verde foi roubada por três homens armados. Do lado de fora do banco, eles renderam vigilantes e obrigaram-nos a destravar a porta giratória que dá acesso ao estabelecimento. Eles fugiram levando R$ 15 mil que estavam nos caixas.

Paraná teve 35 bancos roubados neste ano

Um levantamento divulgado pelo Sindicato dos Vigilantes de Curitiba e Região mostra que pelo menos 35 agências bancárias foram assaltadas no Paraná, de janeiro a novembro deste ano. Destes, 12 roubos ocorreram em bancos de Curitiba. Os números foram obtidos com base em casos divulgados na imprensa nacional. "É importante lembrar que o número de casos é muito superior ao que levantamos, pois precisamos levar em consideração que muitos não são noticiados pela imprensa, principalmente os que ocorrem no interior dos estados", destaca o presidente do sindicato, João Soares

Os números colocam o Paraná em sexto lugar em número de bancos roubados neste ano. Segundo o levantamento, São Paulo lidera o ranking, com 120 agências assaltadas, seguido por Mato Grosso (77) e Bahia (63).

Propostas

Na semana passada, o Sindicato Vigilantes apresentou um projeto de lei que propõe mudanças nas agências bancárias com a finalidade de evitar o tipo de crime conhecido como "saidinha de banco" (assaltos feitos logo após o cliente sair da agência).

Entre as principais propostas exigidas pelas entidades, estão a transferência das portas giratórias com detector de metais para a fachada dos bancos, obrigando que os usuários dos caixas eletrônicos também passem pela detecção de metal; monitoramento por câmeras em tempo real e em alta resolução; divisórias entre os caixas eletrônicos; vidros blindados nas agências e a obrigatoriedade do uso escudo pelos vigilantes bancários.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]