Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Hospital Evangélico fecha novamente nesta terça-feira (25) | Divulgação/Hospital Evangélico
Hospital Evangélico fecha novamente nesta terça-feira (25)| Foto: Divulgação/Hospital Evangélico

Um problema na entrega de medicamentos utilizados em atendimentos de urgência e emergência provocou o fechamento parcial do Pronto Socorro (PS) do Hospital Evangélico, em Curitiba. Desde o meio-dia, as ambulâncias do Siate (Bombeiros) e do Samu estão orientadas a não levar pacientes para a instituição. A informação foi confirmada pela assessoria do próprio hospital.

De acordo com a entidade, o atraso ocorre por culpa do fornecedor dos medicamentos e não teria ligação com a questão de repasses de recursos. Mas, apesar da falta de medicamentos, pacientes que correm risco de morte e que são levados ao hospital são atendidos, segundo a assessoria.

A entrega dos remédios deve ser feita ainda nesta quinta e a situação, a partir disso, será normalizada, segundo o hospital. A entidade não tem horário previsto para que isso aconteça, mas diz esperar que o PS volte a abrir "a qualquer momento."

Demais hospitais

A Secretaria Municipal de Saúde informou que o tempo de espera nas Unidades de Pronto Atendimento (Upas) da cidade aumentou. A demanda maior, no entanto, é absorvida sem que haja situação crítica em nenhum ponto. O órgão informou que a quinta-feira (13) costuma ser um dia tranquilo, com menor procura de atendimento médico do que em outros dias da semana. A secretaria também confirmou que as ambulâncias estão orientadas a levar pacientes para os hospitais Cajuru, Trabalhador, em Curitiba; Nossa Senhora do Rocio, em Campo Largo; e Angelina Caron, em Campina Grande do Sul.

A Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) informou, via assessoria de imprensa, que o Hospital do Trabalhador, em Curitiba, tem situação normal nesta tarde de quinta-feira (13). O local é um dos pontos de referência para o encaminhamentos de vítimas que precisam de atendimento de urgência e emergência.

A reportagem entrou em contato às 17h20 com a assessoria do Hospital Cajuru e aguarda retorno sobre a situação na instituição. O Hospital Angelina Caron também foi procurado, às 17h55, e a reportagem aguarda mais informações.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]