Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
 | Geziel Silva/Colaboração/
| Foto: Geziel Silva/Colaboração/

O domingo (18) do porteiro Adenilson Mendes, 31 anos, começou com um grande susto que quase tirou a sua vida. Pouco antes das 7h, no caminho para o trabalho – que ele fazia de bicicleta – o homem foi atropelado por um ônibus Ligeirinho da linha Pinhais/Campo Comprido. O grave acidente foi na avenida Presidente Affonso Camargo, próximo à Rodoferroviária, no bairro Jardim Botânico, em Curitiba.

“A vítima disse que estava na canaleta no sentido Centro quando viu o Ligeirinho se aproximando. Ele disse que o motorista do ônibus também percebeu a presença dele, mas que mesmo assim entrou com tudo na via”, explica o socorrista Geziel Silva, que atendeu à ocorrência.

O coletivo vinha pela rua Tibagi antes de acessar a canaleta, que é parte do trajeto, e por pouco não atingiu o ciclista de frente. O porteiro foi atropelado pelo lado esquerdo do ônibus e teve fraturas nas duas pernas, além do braço esquerdo, além de perder muito sangue.

Já algumas testemunhas relataram que o ciclista vinha pela avenida Prefeito Maurício Fruet, entrando na canaleta alguns metros antes do ponto em que foi atropelado e que não conseguiu frear após o Ligeirinho acessar a via. Tanto os passageiros do ônibus quanto pessoas que passavam pelo local no momento do atropelamento ficaram assustados, já que o porteiro acabou embaixo do coletivo e teve as pernas esmagadas pelo rodado dianteiro.

Quadro grave

Segundo a assessoria do Hospital Cajuru, para onde Adenilson foi encaminhado, a vítima passou por cirurgia por causa de fraturas no fêmur, antebraço (úmero) e mão (metacarpo). Depois da cirurgia, por volta das 17h deste domingo, Adenilson foi transferido para a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do hospital. Apesar de estar consciente no momento em que foi socorrido, o estado do ciclista é grave.

A caminho do trabalho

O porteiro trabalha em uma instituição de ensino que fica na avenida Sete de Setembro, na região o Batel, e percorre de bicicleta o mesmo caminho todos os dias. Devido ao impacto, a bicicleta dele teve a parte dianteira destruída.

Por causa do acidente e do socorro à vítima, a via ficou bloqueada. Equipes da Polícia Militar também estiveram no local. O caso é investigado pela Delegacia de Delitos de Trânsito (Dedetran).

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]