Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE

Bichos do mar

Baleia franca é vista no litoral paranaense

Animais marinhos que estão sendo vistos no Paraná estariam fugindo do frio

  • Gazeta do Povo Online com informações da TV Paranaense e do repórter Carlos Ohara - Gazeta do Povo
 |
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Uma baleia franca, acompanhada de seu filhote, foi vista próximo à Ilha das Peças, na Baía de Paranaguá, no litoral paranaense. O biólogo Fernando Broque registrou o passeio enquanto conduzia o animal para o mar aberto, evitando que a baleia ficasse encalhada nas águas rasas da baía de Paranaguá.

Conforme o biólogo, o litoral brasileiro faz parte da rota das baleias francas, que, nesta época do ano, procuram águas mais quentes para reprodução. Quando adulta, uma baleia franca pode atingir 18 metros e pesar 20 toneladas.

Fauna marinha

Durante o feriado de Sete de Setembro, dois pingüins vivos e uma tartaruga marinha morta foram encontrados nas praias paranaenses. Os pingüins, encontrados isolados, um no balneário de Gaivotas e o segundo em Jamail-Mar, localidades de Matinhos, foram recolhidos por soldados do Corpo de Bombeiros e da Polícia Ambiental e encaminhados para o Centro de Estudo do Mar (CEM) da Universidade Federal do Paraná (UFPR), em Pontal do Paraná. Eles estão sob observação. Já a tartaruga marinha foi devolvida ao mar por um banhista, pois nenhum órgão se dispôs a recolher o animal.

O pesquisador Eduardo Tadashi, do projeto Tartaruga Marinha (Tamar), disse que todas as tartarugas-marinhas, vivas ou mortas, devem ser recolhidas. Com base nas fotos enviadas pela reportagem da Gazeta do Povo, o pesquisador disse que a tartaruga é da espécie Caretta Caretta, conhecida como tartaruga-cabeçuda, que está em extinção. Os pingüins são da espécie Spheniscus magellanicus, conhecidos como Pingüins de Magalhães. Segundo pesquisadores, eles aparecem na costa brasileira quando migram para fugir do frio.

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE