i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Diário de Classe

Blog de aluna catarinense vira caso de polícia

  • PorAgência Estado
  • 19/09/2012 21:12

A relação turbulenta entre a estudante Isadora Faber, de 13 anos, e a Escola Básica Maria Tomázia Coelho, de Florianópolis (SC), vai acabar na Justiça. Um dia depois de Isadora prestar esclarecimentos na 8.ª Delegacia de Polícia sobre um dos textos publicados em seu blog Diário de Classe – no qual expõe as mazelas da escola pública onde cursa o 7.º ano do ensino fundamental –, o delegado Marcos Alessandro Vieira Assad anunciou ontem que vai encaminhar para a Delegacia da Criança e do Adolescente a denúncia de calúnia e difamação feita contra Isadora, apresentada pela professora de Português da estudante, por meio de um boletim de ocorrência.

De acordo com o delegado, a denúncia surgiu depois que a estudante escreveu no blog que se sentiu perseguida e humilhada pela professora. Em uma das aulas, a professora levou três assuntos para serem abordados pelos alunos. Entre eles, estava o tema "internet e eleição". Isadora entendeu que a escolha desse assunto era uma retaliação direta à criação do blog.

"A estudante, resolveu desabafar no Facebook. O post recebeu vários comentários, que em alguns casos teriam usado expressões consideradas ofensivas em relação à professora", afirmou o delegado.

O depoimento de Isadora veio à tona também pela rede social. "Nunca tinha entrado numa delegacia antes, mas todos me trataram muito bem. Estranhei, pois para mim o assunto já estava encerrado desde o início do mês, quando ela me pediu desculpas e eu aceitei e publiquei. Como vocês podem ver, não é fácil manter o blog no ar."

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.