i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
acidente

Buscas a avião da Air France serão retomadas nos próximos dias

Duas embarcações, uma norte-americana e uma norueguesa, especializadas nas buscas em grande profundidade, que chegam a 4 mil metros, serão enviadas a uma área de cerca de 2 mil quilômetros quadrados situada ao longo do litoral brasileiro

  • Porreuters
  • 17/02/2010 12:35

As buscas pelos destroços do avião da Air France, que caiu no oceano Atlântico com 228 pessoas a bordo em 1 de junho de 2009, serão retomadas nos próximos dias com uma equipe internacional, anunciou nesta quarta-feira o Centro de Análises e Investigações (BEA, na sigla em francês) da aviação civil da França.

Duas embarcações, uma norte-americana e uma norueguesa, especializadas nas buscas em grande profundidade, que chegam a 4 mil metros, serão enviadas a uma área de cerca de 2 mil quilômetros quadrados situada ao longo do litoral brasileiro, em uma região aproximadamente 10 vezes menor do que a explorada em junho.

Também serão utilizados três submarinos e dois robôs de exploração nas operações de busca aos destroços do avião, que operava o voo AF447 do Rio de Janeiro a Paris.

Até o momento, foram recuperados do mar 50 corpos e apenas pedaços da aeronave, um Airbus A330, que foram levados a um centro de pesquisas em Toulouse, na França.

O acidente permanece cercado de mistério, embora tenha sido levantada a hipótese de defeito nas sondas "Pitot", que medem a velocidade do avião, em razão de incidentes precedentes.

Essas sondas fabricadas pelo grupo francês Thales, que podem ter congelado em alta altitude, foram substituídas por outros equipamentos em toda a frota da Air France depois do acidente, a pedido dos sindicatos dos pilotos.

O BEA é o organismo francês encarregado pelo inquérito administrativo e está ligado ao Ministério dos Transportes da França. Ele ainda não apresentou suas conclusões definitivas sobre as causas da catástrofe. Um inquérito judicial também está em andamento.

Um grupo de trabalho composto por especialistas internacionais foi constituído em outubro. A Air France e a Airbus liberaram um orçamento de 10 milhões de euros.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.