• Carregando...

Seleção

Começaram ontem as inscrições para o processo seletivo que vai contratar 500 profissionais da saúde em Curitiba. O prazo vai até o dia 13 de setembro. O processo tem validade de um ano e pode ser prorrogado por mais um. Do total de vagas, 340 são para médicos. Outras 100 são voltadas a técnicos de enfermagem e 40 a enfermeiros.

O projeto de lei de autoria da prefeitura de Curitiba que remaneja R$ 6,6 milhões do orçamento municipal foi aprovado ontem, em primei­ra votação, na Câmara Mu­nicipal. A maior parte do valor (mais de R$ 6,2 milhões) é voltada para a contratação de 60 médicos por tempo determinado para a rede pública de saúde, em caráter de urgência. O dinheiro remanejado sairá de superávit financeiro do exercício do ano passado, do excesso de arrecadação e anulação parcial de dotações orçamentárias.

A aprovação aconteceu sem discussões. Depois de aprovado o crédito, os vereadores disseram que só vão discutir melhor o conteúdo do projeto na próxima sessão, que deve acontecer hoje.

A justificativa do projeto diz que as vagas são para unidades de atenção primária à saúde e em áreas de "alta vulnerabilidade social". Os contratos têm validade de um ano, prorrogáveis por mais um.

Remuneração

Os salários variam de acordo com a carga horária e o local de trabalho – bairros mais afastados implicam salário maior. Em média, a remuneração vai de R$ 4,3 mil (para médicos que trabalham 20 horas por semana) até R$ 13,3 mil mensais (para médicos com jornada maior e em unidades distantes do centro), segundo assessoria da prefeitura. Os salários são os mesmos dos médicos concursados. A expectativa é que um novo concurso público seja aberto até o fim do ano para suprir a demanda por médicos, diz a assessoria.

0 COMENTÁRIO(S)
Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]