Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Cartaz da Campanha da Fraternidade 2009, com o lema “A paz é fruto da Justiça” | Divulgação
Cartaz da Campanha da Fraternidade 2009, com o lema “A paz é fruto da Justiça”| Foto: Divulgação

A Segurança Pública é o tema da próxima Campanha da Fraternidade, que será lançada no dia 25 de fevereiro, logo após o Carnaval. Com o lema "A paz é fruto da justiça", a Igreja Católica quer em 2009 debater com a sociedade a injustiça e a onda de violência que assolam o país.

A escolha do tema levou em conta milhares de assinaturas colocadas em abaixo-assinados enviados para a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), por causa da violência infantil, doméstica e urbana, que tem como principais vítimas crianças, adolescentes, mulheres, idosos, homossexuais e grupos minoritários.

Segundo o texto-base da campanha Fraternidade e Segurança Pública, o Brasil vive uma sensação de insegurança por causa do aumento do número de homicídios dolosos, do tráfico de drogas e de outros crimes, e ainda pela situação subumana em que estão os presos na maioria das cadeias públicas e penitenciárias no país.

"É todo um contexto que leva a Igreja a convidar a sociedade a discutir a segurança pública. O texto-base da Campanha da Fraternidade tem vários anexos, com estatísticas sobre a insegurança, como as ocorrências policiais de crimes contra a pessoa, a liberdade sexual, o patrimônio e outros", informou o setor de comunicação da CNBB.

Segundo o sociólogo Paulo Baía, assessor político voluntário da Secretaria-Geral da CNBB e professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro, o clima de medo que tomou conta da população brasileira foi decisivo para a escolha do tema de 2009. "Há um sentimento nacional de insegurança. O fato é que 83% da população brasileira vive em áreas urbanas, onde os vários tipos de violência levam à insegurança." Ele diz ainda que a busca pela justiça cria um ambiente de fraternidade e aumenta a sensação de segurança.

Já o bispo-auxiliar da Arquidiocese de Curitiba, dom Dirceu Vegini, convida a sociedade a refletir sobre a realidade. "A nossa Curitiba está sendo uma cidade violenta, com assassinatos em todos os fins de semana. É preciso encontrar meios para combater a violência em geral, inclusive contra as crianças, mulheres e idosos", ressalta.

A escolha do tema recebeu elogios do secretário de estado da Segurança Pública, Luiz Fernando Delazari. "A fé diminui a chance de alguém se tornar um criminoso. Acho especial que a Igreja promova o debate no ano em que estamos programando conferências municipais, estaduais e nacional sobre o assunto."

Nos últimos anos, os temas da Campanha da Fraternidade foram voltados à vida, à dignidade humana, ao meio ambiente e ao combate às drogas, entre outros.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]