Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Vida e Cidadania
  3. Campanha de vacinação contra pólio terá 28 postos de saúde abertos em Curitiba

neste sábado (15)

Campanha de vacinação contra pólio terá 28 postos de saúde abertos em Curitiba

Este será o primeiro dia das vacinações, que terminam no dia 31 de agosto

  • Da Redação
Em Curitiba, quase 97 mil crianças devem ser vacinadas | Jonatham Campos
Em Curitiba, quase 97 mil crianças devem ser vacinadas Jonatham Campos
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

No primeiro dia da campanha de vacinação contra a poliomielite, neste sábado (15), 28 unidades de saúde de Curitiba estarão abertas. Os postos vão funcionar das 8 às 17 horas, para vacinar crianças com idade a partir de seis meses e menores de cinco anos.

Todas as nove regionais da capital terão unidades abertas no dia. Serão duas em Santa Felicidade e na Matriz; três nas regionais Portão e Pinheirinho; quatro nas regionais do Boqueirão, Bairro Novo e CIC; cinco na área do Boa Vista e uma na regional do Cajuru (veja a lista completa no box ao lado).

De acordo com a prefeitura, a meta da campanha é vacinar em Curitiba quase 97 mil crianças – 95% da população-alvo – até o fim da campanha, que se encerra no dia 31 de agosto.

Para vacinar os filhos, os pais devem procurar uma das unidades de saúde abertas no sábado e apresentar a carteira de vacinas da criança. Com exceção deste primeiro dia de campanha, a ação estará concentrada nos dias úteis, e o usuário deve levar o filho na unidade de saúde de referência (aquela que atende a região onde mora). No decorrer da campanha nacional, as equipes de saúde também estão orientadas a verificar a carteira de vacinação das crianças menores de cinco anos para identificar eventuais atrasos na aplicação de outras vacinas.

A poliomielite é uma doença infecciosa que deixa sequelas e pode até matar. Ela é causada por um vírus, que afeta o sistema nervoso e pode provocar quadros de paralisia. Os sintomas iniciais são febre, cansaço, dor de cabeça, vômitos, rigidez no pescoço e dores nos braços e nas pernas. Indicadores apontam que uma em cada 200 pessoas infectadas pelo vírus apresenta paralisia irreversível, geralmente nas pernas.

Casos

A última vez que o Brasil teve um prognóstico confirmado de poliomielite foi em 1990. Curitiba não tem registro do caso deste m 1985. Oficialmente, a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou a poliomielite erradicada das Américas em 1994 e da Europa em 1999.

De acordo com a OMS, dez países registraram casos da doença entre 2013 e 2014 – Afeganistão, Camarões, Etiópia, Guiné Equatorial, Iraque, Nigéria, Paquistão, Quênia, Síria e Somália. Neste ano, até 14 de julho, foram notificados 33 casos (28 no Paquistão e cinco no Afeganistão).

Em 2014, a OMS decretou emergência sanitária mundial diante do risco de contágio da poliomielite, depois de detectar casos em mais de uma dezena de países concentrados entre a África, Oriente Médio e Ásia.

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE