i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Feriado

Carnaval registra 42 mortes violentas em Curitiba e região

Número é semelhante ao registrado em 2009, quando houve 40 crimes fatais. Neste ano, a maioria das vítimas (35) morreu em razão de ferimentos por arma de fogo

  • PorAdriano Ribeiro
  • 17/02/2010 17:46

Metodologia

O balanço das mortes violentas se baseia em dados do Instituto Médico Legal (IML) que considera como final de semana o período entre as 8h de sexta-feira até as 8h de segunda-feira em razão de o horário coincidir com os turnos das equipes de investigações. A Delegacia de Homicídios, o Instituto de Criminalística e a maior parte das delegacias da região metropolitana trocam as equipes às 8h. No Carnaval foram consideradas as mortes registradas até as 8h desta quarta-feira (17).

Balanço nas estradas

O número de acidentes nas rodovias estaduais no período de Carnaval caiu em 2010 na comparação com o ano passado. Em 2009 foram 264 acidentes contra 163 este ano, uma redução de 38,2%. Mesmo assim, o número de vítimas fatais aumentou de 13 no ano passado para 15 em 2010, uma alta de 15,3%.

A quantidade de pessoas feridas em acidentes também caiu na comparação entre o Carnaval de 2010 com o de 2009. No ano passado foram 223 contra 144 este ano, uma queda de 35,4%. Já o número de atropelamentos não foi alterado e, assim como em 2009, foram registradas sete ocorrências deste tipo.

Ler a matéria completa

O Carnaval deste ano registrou 42 mortes violentas em Curitiba e região metropolitana (RMC). O número é baseado nos relatórios do Instituto Médico Legal (IML) da capital, coletados entre sexta-feira (12) e quarta-feira (17). Em relação ao ano passado, houve um crescimento pequeno na quantidade de óbitos. Em 2009, ocorreram 40 mortes violentas.

A grande maioria dos crimes fatais – 35 – foi ocasionada por ferimentos com arma de fogo. Quatro pessoas morreram depois de serem agredidas e outras três em razão de ferimentos por arma branca. A média durante o feriado foi de 8,4 mortes por dia.

Na segunda-feira (15), um triplo homicídio aconteceu na Vila Torres, no bairro Prado Velho. Quatro homens entraram em uma casa onde moravam Romário Felipe de Almeida, 18 anos, e um jovem de 17 anos e efetuaram vários disparos. No local, também foi morto um adolescente de 15 anos. Segundo a Delegacia de Homicídios (DH), o crime estaria relacionado à rixa entre gangues do local.

Outro caso que chamou a atenção das autoridades ocorreu logo no início do Carnaval. No sábado (13), um menino de 9 anos foi assassinado em Almirante Tamandaré, na RMC. Os pais dele ficaram feridos e foram encaminhados, sem risco de morte, para o Hospital Cajuru. A Polícia Militar (PM) informou que o pai do garoto teria sido chamado por um homem, dirigindo uma caminhonete Blazer em frente ao bar que era proprietário. Em seguida, homens a pé teriam chegado atirando. O caso será apurado pela delegacia do município.

Acidentes de trânsito e afogamentos

Além das mortes causadas por arma de fogo, arma branca e agressão física, onze pessoas morreram depois de envolvimento em acidentes de trânsito. Outras nove vítimas morreram afogadas, o que representa quase o dobro em relação ao número do ano passado, quando ocorreram cinco afogamentos.

Na tarde de segunda-feira, duas pessoas, de 19 e 31 anos, morreram depois da queda de um automóvel na Represa do Passaúna, em Curitiba. Duas crianças que também estavam no carro conseguiram se salvar. Segundo a PM, o veículo trafegava na Avenida Centenário quando a condutora perdeu o controle do carro, que rodou na pista e caiu no lago.

O IML ainda registrou mortes causadas por queda, acidente de trabalho e queimadura. Outros quatro óbitos ainda são classificados como "a esclarecer".

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.