i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Dengue

Casos confirmados de dengue crescem 20% no Paraná; zika já registra nove confirmações autóctones

  • PorCarolina Pompeo
  • 16/02/2016 19:50
 | Raul Santana/Fiocruz Imagens
| Foto: Raul Santana/Fiocruz Imagens

Em uma semana, 1.070 novos casos de dengue foram confirmados em todo o Paraná, o que representa um aumento de 20% em relação à semana anterior. De acordo com boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) nesta terça-feira (16), o Paraná contabiliza 5.541 casos desde agosto de 2015 até o momento. Desse total, a doença foi contraída dentro do estado em 4.781 casos, e fora do Paraná em 760.

Confira a cobertura completa sobre o Aedes aegypti e as doenças ocasionadas pelo mosquito

Notificações de dengue chegam a 37 mil

O número de casos de dengue notificados em todo o Paraná é de 37.478. Desses, 16.478 (43%) permanecem em investigação; 5.292 (14%) foram confirmados como dengue; 237 casos foram confirmados como dengue com sinais de alarme; 12 como dengue grave e seis óbitos por dengue grave.

O número de cidades em situação epidêmica de dengue (quando a taxa de incidência de dengue é superior a 300 casos por 100 mil habitantes) também aumentou: com a inclusão de Foz do Iguaçu e Serranópolis do Iguaçu, municípios da região Oeste do Paraná, agora 15 cidades paranaenses enfrentam uma epidemia da doença. No total, 191 municípios já confirmaram casos.

No ranking da dengue, Paranaguá lidera com 1.224 casos de dengue confirmados; Foz do Iguaçu já tem 1.075 casos e Londrina, 663.

Obituário

Conheça a história de Karina da Silva Pratezzi, a primeira vítima da dengue no PR em 2016.

Seis pessoas morreram por causa da dengue no Paraná em 2016. Quatro em Paranaguá, uma em Foz do Iguaçu e uma em Curitiba.

Nove casos autóctones de zika confirmados no Paraná

O informe também confirma 48 casos de zika vírus no Paraná. Desses, nove são autóctones (quando o vírus é contraído em território estadual) e foram registrados em Londrina (1), Nova Prata do Iguaçu (1), Maringá (2), Paranaguá (2) e Colorado (3); 15 foram importados e notificados em Alto Piquiri (1), Campo Magro (1), Cianorte (1), Jussara (1), Matinhos (1), Rancho Alegre (1) e Curitiba (9).

Os outros 24 casos continuam em investigação para se determinar se são autóctones ou importados; o número de notificações de casos de zika em todo o Paraná chega a 287.

Desde o início do ano passado, a Gazeta do Povo vem alertando para o potencial do crescimento de casos de zika e febre chikungunya no estado, principalmente porque mais de 60% dos 399 municípios paranaenses já registraram casos autóctones de dengue. Enquanto vacinas ou mesmo terapias mais eficazes não surgem, as autoridades sanitárias insistem na necessidade de se combater o mosquito Aedes aegypti como principal estratégia contra todas essas doenças.

Saiba como reconhecer os sintomas da dengue, do zika e da chikungunya:

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.