i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Desaparecimento em SP

Chips somem de celulares de advogada encontrada morta

A polícia acredita que o assassino da advogada tenha removido os dispositivos para impedir o rastreamento das últimas ligações

  • PorAgência Estado
  • 18/06/2010 06:51

Os dois celulares de Mércia Mikie Nakashima recuperados no Honda Fit dela estavam sem chip. A polícia acredita que o assassino da advogada tenha removido os dispositivos para impedir o rastreamento das últimas ligações. Ontem, Adão Bispo de Souza, irmão do principal suspeito do crime, depôs à polícia.

"Não tenho nada a declarar" e "o caso está em segredo de Justiça" foram as únicas frases repetidas por Adão ao deixar o prédio do DHPP, no centro de São Paulo. Os policiais queriam ouvi-lo para saber se o PM aposentado Mizael Bispo de Souza, de 40 anos, encontrou-se com os parentes em 23 de maio, último dia em que Mércia foi vista.

Indícios

Bispo, ex-namorado de Mércia, é mantido como um dos suspeitos do crime, segundo Arles Gonçalves Júnior, destacado pela seção paulista da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) para acompanhar o caso. Mas, segundo ele, ainda não há indícios suficientes para pedir a prisão temporária ou preventiva de Souza. O delegado Antônio de Olim, responsável pela investigação não deu novas informações ontem. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.