i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Entrelinhas

Irritação na balada

  • PorAndréa MOrais - entrelinhas@gazetadopovo.com.br
  • 02/04/2013 21:43
 |
| Foto:

Da entrada à saída, irritação. Essa é a experiência vivida por frequentadores de casas noturnas – especialmente os que visitam esses ambientes apenas ocasionalmente. Na chegada, o motivo da irritação são as filas e na saída, o preço, que pode ficar bem mais caro do que o programado.

As filas em algumas casas noturnas de Curitiba, comuns de quinta a sábado, vão se formando a partir de 21 horas, mas a balada só começa às 23 horas e muita gente consegue entrar apenas após a meia-noite. Tem até quem goste do clima de paquera na fila, mas na maioria das vezes a espera é pura chateação.

Um leitor conta que na hora de ir embora, dói no bolso: a entrada em casa noturna, anunciada por quarentão, transforma-se em R$ 60. E quem reclama arrisca a receber uma resposta nada educada. "Se é pobre e não tem dinheiro, que não venha nesta casa", disse um segurança, em tom de "paga ou apanha", a um cliente que reclamou.

Aulas de boas maneiras e respeito ao consumidor, pelo menos sob o pretexto da Copa do Mundo que se avizinha, seriam bem-vindas não só para seguranças, mas também para gerentes de alguns desses espaços.

O Príncipe

500 anos de escrita de O Príncipe, de Nicolau Maquiavel (1469-1527), são comemorados neste ano. A obra, fundamental para a ciência política, foi com­ple­tamente escrita em 1513, mas sua publicação ocorreu somente em 1532, quando Maquiavel já havia morrido. E ainda hoje tem muito político que se inspira nele.

Só para gordinhos

O Curso de Nutrição da PUCPR está recrutando voluntários para participar de uma pesquisa sobre os efeitos de um suplemento nutricional para a perda de peso e a redução de medidas, principalmente na região abdominal. Entre as substâncias que compõem o complemento, algumas diminuem a ansiedade, contribuindo para reduzir a vontade de comer.

Os participantes deverão tomar o suplemento durante três meses, e devem ter disponibilidade para consultas mensais na Clínica de Nutrição da PUCPR, localizada na Rua Rockefeller, 1311, Rebouças. Os requisitos são ter entre 20 e 35 anos e IMC entre 30 e 39,9 (quadro de obesidade). Mais informações pelo telefone (41) 9935-1644 ou pelo e-mail dayane-duda@hotmail.com. As vagas são limitadas.

Fundo da Infância

Os programas oficiais a serem executados com recursos provenientes do Fundo da Infância e da Adolescência (FIA), criado para captar e aplicar recursos destinados a programas de proteção especial à criança e ao adolescente, levarão, no material de divulgação, a logomarca do Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (CEDCA). A informação é da secretária de Estado da Família e Desenvolvimento Social, Fernanda Richa, que anuncia para breve o lançamento de uma campanha de conscientização sobre o enfrentamento à violência contra a criança.

Idade da pedra

Um detalhe em QR code foi colocado no Calçadão da Rua das Flores, em Curitiba, em frente da Galeria Tijucas. Feito em pedras de mosaico português, o código, quando fotografado por smartphones e tablets, direciona os usuários para um site, onde ele terá acesso a informações sobre a Boca Maldita e a Rua XV de Novembro. O sistema é o mesmo usado em calçadões de praias do Rio de Janeiro, para orientar os turistas.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.