i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Entrelinhas

Penitência

  • PorCláudio Feldens – entrelinhas@gazetadopovo.com.br
  • 04/03/2012 21:09
 | Divulgação
| Foto: Divulgação

O Santuário Nossa Senhora do Carmo, no Boqueirão, realizou na última sexta-feira, às 5h30, a primeira Caminhada Penitencial deste ano. A procissão reúne fiéis da comunidade, que realizam a Via-Sacra pelas ruas entoando cantos e orações. No trajeto, que segue pelas proximidades do Santuário, cada um é convidado a relembrar a caminhada de Jesus ao Monte Calvário. A caminhada, realizada às sextas-feiras no período da Quaresma, segue até o dia 30 de março e tem como objetivo auxiliar os cristãos na preparação para a festa da ressurreição.

Começa hoje

2,60 reais é quanto os curitibanos passam a desembolsar a partir de hoje pela passagem do transporte coletivo integrado. O aumento de 4% ficou abaixo da inflação de 12 meses, que foi de 5,63%, mas mesmo assim a tarifa está 58% acima da inflação se considerarmos o período desde 1994, segundo cálculos do Dieese.

Agindo na madruga

No trecho em que a ferrovia "entra" no mato, no limite do Ahú com Boa Vista, um muro alto tenta separar alguns condomínios do barulho do trem. Para o lado do trilho, esse muro recebeu apenas um chapisco, nome dado ao reboco rápido, sem acabamento. Os pichadores e alguns grafiteiros, no entanto, adotaram essa parede. E, como se sabe, grafiteiro produz arte, enquanto pichadores apenas sujam. E quando essas operações acontecem às 3 horas da manhã? A cachorrada da região quase pula os muros para atacar os "pintores".

Pedestre? Quem é?

Dois locais de Curitiba que têm ou terão fechamento de ruas em nome de uma maior movimentação sóciocultural merecem comentários de moradores dos arredores. Na região da Praça da Espanha, leitores reclamam que o projeto esqueceu os pedestres, deixando a eles uma "fila indiana", no máximo. E questionam a liberação de uso da calçada por bares e restaurantes. No São Francisco, a reclamação envolve as proximidades do Bar Torto, onde haveria consumo de drogas na rua – "uma ameaça para quem passa por ali", segundo um cidadão.

Outra cidade

Experimente ficar algum tempo num lugar como a Praça Rui Barbosa, ponto final de ônibus que vêm de diversos bairros. Sempre aparecerá alguém perguntando como chegar a determinado lugar. Como explicar a um transeunte, por exemplo, o caminho para o terminal do "Guarda Lupe", ou então explicar qual ônibus se deve pegar para ir a "Vila Áurea". "Vilas Oficina" também é um lugar bastante procurado. Parece que nem estamos em Curitiba...

Isso é achaque

Coitado do motorista de um Fusca que, de vidro aberto por causa do calor, ficou preso no engarrafamento da Rua André de Barros, área central de Curitiba. Dois moradores de rua, um com quase dois metros de altura, encostaram na janela do carro e pediram uma ajuda. Um deles, o mais alto, chegou a enfiar a cabeça para dentro do veículo, talvez para ver se tinha alguma coisa no console. Isso não é pedir, isso é achacar!

* * * * *

"O trabalho é mais importante que o falar e o escrever sobre o trabalho."

Dorothy Day, jornalista americana.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.