i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Entrelinhas

Por ser menina

  • PorMarcela Campos - entrelinhas@gazetadopovo.com.br
  • 10/10/2014 21:09
 |
| Foto:

"Se a minha irmã chegar e disser ‘Mãe, me empresta o carro?’, minha mãe vai dizer ‘Não, você tá maluca? Você vai bater no poste. Vai atropelar umas 50 pessoas’. Já se meu irmão chegar bêbado e falar: ‘Mãe, me empresta o carro?’, ela: ‘Pega’." O depoimento, de uma menina de 14 anos do Mato Grosso, está no estudo "Por ser menina no Brasil: crescendo entre direitos e violências", realizado pela organização não governamental Plan Internacional Brasil e que mostra que a infância e a adolescência que as mulheres vivem não é a mesma dos homens. A pesquisa ouviu 1.771 meninas de 6 a 14 anos, das cinco regiões do Brasil, entre julho e setembro de 2013. Falar sobre os resultados se torna especialmente importante hoje, Dia Internacional da Menina. A data foi instituída há dois anos pelas Nações Unidas.

Mais deveres

O estudo mostra que as desigualdades começam na distribuição dos afazeres domésticos. Enquanto 81,4% das meninas arrumam sua própria cama, apenas 11,6% dos seus irmãos homens fazem essa tarefa. Da mesma forma, embora 76,8% das entrevistadas lavem a louça e 65,6% limpem a casa, a porcentagem entre os irmãos é de 12,5% e 11,4%, respectivamente. "Não há nada contra a criança ajudar a família em casa, o problema começa quando isso passa a ser responsabilidade da menina, aí começa a desigualdade de gênero. O menino sai para brincar e a menina fica em casa ajudando", afirmou à coluna a diretora nacional da Plan, Anette Trompeter. O estudo também mostra que 13,6% das meninas de 6 a 14 anos já tiveram ou ainda têm trabalhados remunerados.

Ai, que fome!

Sol e calor vão permanecer por todo o fim de semana em Curitiba. Selecionamos dois lugares para você se refrescar com sucos, smoothies e milkshakes:

Tribo das frutas: Fica na Rua Vicente Machado, 1.965, no Batel. Serve nove opções de smoothies. Os que mais saem são oiapoke, com iogurte natural, framboesa, blueberry, amora e morango; e açaí batido com banana. Cada um sai por R$ 10,90

New York Café: Localizado na Rua XV de Novembro, 2.916, no Centro. Tem duas novidades no cardápio: Basil & Honey Shake, milkshake de mel e manjericão; e Bacon Shake, com banana e bacon. Cada um custa R$ 14,95

Haru Matsuri

Daniel Castellano/ Gazeta do Povo

A comunidade nipo-brasileira de Curitiba promove hoje e amanhã o 24.º Haru Matsuri – Festival da Primavera. O evento será realizado na Expo Renault Barigui, no Parque Barigui, das 11 h às 22 h (no sábado) e das 11 h às 19 h (no domingo), quando o público poderá degustar o melhor da culinária oriental e também assistir a apresentações culturais. O ingresso custa R$ 5, com isenção para crianças de até 5 anos e idosos com mais de 65. A primavera é um acontecimento importante para os orientais, pois as flores simbolizam o renascimento e a alegria após um rigoroso inverno. Por isso, anualmente, há o Hanami, uma festa ao ar livre para contemplar a beleza das cerejeiras (foto).

Descarte de celular

Quem participar hoje da terceira edição do Centro Histórico Divertido, das 10 h às 17 h, em Curitiba, poderá aproveitar a oportunidade para descartar aquele velho celular que está ocupando espaço na gaveta. De quebra, apoiará o Hospital Pequeno Príncipe e a União dos Escoteiros do Brasil, entidades para as quais será revertida a renda arrecadada. A Rede Empresarial Centro Histórico de Curitiba, promotora do evento que celebra o Dia da Criança, escolheu a campanha "Doe seu celular" para apadrinhar neste ano. O projeto, criado pela empresa curitibana Reciclecel, promove a reciclagem de aparelhos sem uso. Ao longo do dia, várias urnas estarão instaladas na região do Largo da Ordem para receber os aparelhos.

Dê sua opinião

O que você achou da coluna de hoje? Deixe seu comentário e participe do debate.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.