i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Entrelinhas

Que fim levou Amok?

  • Pormarcela campos - entrelinhas@gazetadopovo.com.br
  • 24/08/2014 21:08
 |
| Foto:

Um mistério tomou conta da região do bairro Batel durante o final de semana. Um desenho do cartunista Alberto Benett, que publica charges e tiras na Gazeta, desapareceu do tapume que cerca as obras na Praça da Espanha e que foi decorado por diversos artistas locais no sábado a convite da Fundação Cultural de Curitiba, em ação conjunta com a Associação dos Comerciantes da Região da Praça Espanha (Ascores). Em seu espaço, Benett desenhou o conhecido personagem Amok, um menino-caveira, com a inscrição "Morram todos".

A pintura permaneceu no local por menos de 24 horas. Ontem, Benett foi avisado de que sua arte não estava mais na praça. O que aconteceu, ninguém sabe. "Ou foi roubado ou destruído", lamenta o cartunista. O presidente da Ascores, Othon Accioly, diz que a associação recebeu reclamações, de alguns comerciantes e frequentadores do local, sobre o caráter "agressivo" da obra. Mas, garantiu, a iniciativa de retirá-la não partiu da entidade. "Iríamos conversar com ele para decidir se manteríamos ou não a grafitagem. A retirada desta forma abrupta foi surpreendente, uma censura ao trabalho do artista. Vamos tentar apurar o que aconteceu", afirmou.

Garçom que serve poesias

Um garçom de Londrina, no Norte do estado, não se contenta em servir os pedidos tradicionais dos clientes -- ele também distribui poesias. A cada dois dias, Valdenir Teles sai do hotel onde trabalha e se dirige à caixa postal de número 62 da agência dos Correios do Centro da cidade. Verificar a caixa postal alugada faz parte da rotina que nasceu em 1991 junto com o jornal Club Poético (sem "e" no final) – na verdade, uma folha de papel sulfite comum, repleta de micropoemas produzidos por gente de todas as partes do país. Além de receber, ele também envia poemas, e nesse vai-e-vem chegou a se corresponder até com o senador Artur da Távola, falecido em 2008, escritor, jornalista, erudito e famoso pelo programa "Quem tem medo da música clássica?", na TV Senado. No bilhete manuscrito, de 2002, o senador agradece as poesias e a atenção do poeta.

Club Poético

Uma remessa do Club Poético sai de Londrina país afora a cada dois meses. O jornal está no número 111 e tem 600 exemplares postados por carta – o que é feito com o suporte de conhecidos e amigos.

"Nerdices"

Miniaturas, camisetas e jogos com os personagens preferidos são itens comuns entre os aficionados pelo universo nerd. Mas para quem gosta da temática incluir os personagens em pequenos detalhes nunca é demais. Pensando nisso, o casal de Londrina Louyse de Medeiros e Jorge Júnior Barros, publicitários de formação e apaixonados por "nerdices", decidiram colocar suas figuras preferidas também em bolos, biscoitos e cupcakes (foto). Os dois criaram no ano passado a empresa "Candy 4 Nerds". Mário Bros, Minion, King Pig (Angry Birds), legos e personagens de clássicos como Star Wars estão entre os personagens mais populares moldados em pasta americana. Dá ou não dó de comer? Mais informações: http://bit.ly/candy4nerds. Colaboraram: Eduardo Aguiar, Tatiane Salvatico e Marcelo Frazão

Dê sua opinião

O que você achou da coluna de hoje? Deixe seu comentário e participe do debate.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.