Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
 | Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr/Antonio More/Gazeta do Povo
| Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr/Antonio More/Gazeta do Povo

“O presidente da República, senhor presidente da Câmara dos Deputados, que indeferiu o pedido, cometeu crime de responsabilidade porque coagiu o Ministério Público de público. É público e notório e dispensa provas”. “Nós não podemos admitir um país onde alguém, uma autoridade, por mais importante que seja, como é o caso do presidente da República, ele se sinta acima da lei”. “E quando o presidente da República ataca o Ministério Público ele fere, ele ultrapassa o limite da lei. Quando o presidente da República age para que a CPI dos Bancos no Senado seja limitada a investigação do Marka e do FonteCindam, reunindo seus líderes com o seu chefe de gabinete Civil, adiando o depoimento do ex-presidente do Banco Central Chico Lopes, é uma exorbitância no ato legal de governar o país”.

Eduardo Jaime Martins (de barba) assumiu a presidência da ADVB-PR na segunda-feira. Os ex-presidentes Rogério Mainardes e Norman de Paula Arruda Filho (ambos à esq.), prestigiaram o evento, no Hard Rock Café. À direita, Claudio Shimoyama, CEO do Datacenso e membro da nova diretoria da entidade. Priscilla Fiedler

A língua, essa traiçoeira 2

As três orações acima foram proferidas, em tom veemente, respectivamente, pelos então deputados federais José Dirceu, Arlindo Chinaglia e José Genoíno, todos do PT, em discurso na tribuna da Câmara dos Deputados no dia 18 de maio de 1999, quando defendiam o impeachment do presidente Fernando Henrique Cardoso – que não foi aceito pelo Legislativo – no escândalo envolvendo a gestão tucana do Banco Central pela ajuda aos bancos Marka e FonteCindam, que haviam quebrado. Detalhe: o impeachment de Collor ainda não havia completado uma década.

As imagens e áudios são da TV UOL.

O empresário Josias Scrock entre a arquiteta Andrea Barbon (de rosa) e a personal building Carla Boabaid na inauguração de sua loja Diventare Pisos e Decoração, com coquetel animado pela DJ Luiza Bernardi. Raquel Lima

A casa do japonês

A repórter Ana Zimmerman, da RPC, é um dos cem curitibanos convidados a participar do livro Olhares pela Cidade, que será lançado hoje. As imagens, de diferentes pontos da cidade, compõem uma coletânea reunida por Hugo Carmesim, da Residência Belotti. Ana escolheu a sede da Superintendência da Polícia Federal, aonde vai diariamente para cobrir a Operação Lava Jato. O lançamento será no restaurante Mezanino das Artes, a partir das 18h30.

Mulher que lava e passa

A Associação das Mulheres de Negócios de Curitiba (BPW, na sigla em inglês) realiza hoje mais uma edição do Happy Business. O encontro, exclusivo para associadas, terá como anfitriã a empresária Birgit Keller Marsili, que dirige a rede de lavanderias Lavasecco. Elas vão conhecer a filial da Ecoville da rede e trocar experiências profissionais.

O embaixador do Reino Unido no Brasil, Alex Ellis (à esq.), no lançamento do programa Shakespeare Lives, em homenagem aos 400 anos da morte de William Shakespeare, no Graciosa Country Club. Com ele na foto, as professoras Wanda Camargo e Liana Leão e o presidente do clube, Glaucio Bley Filho.Lucas Lopes
zapeando
  • O economista José Pio Martins, reitor da Universidade Positivo, ministra a palestra “A História da Liberdade”, a convite do Instituto Democracia e Liberdade, às 18h30, no Hotel Mabu da Praça Santos Andrade.
  • A hamburgueria JPL Burgers inaugura às 19 h sua terceira unidade dentro do espaço Distrito 1340, no Seminário.
  • O artista plástico Celso Coppio recebe o prêmio “Cultura e Divulgação” na Câmara Municipal, às 20 h.
Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]