i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
GPT-3

Como um robô é capaz de escrever artigos, poemas e até gerar fake news sobre política

  • Por Leonardo Desideri
  • Brasília
  • 12/09/2020 18:57
Biblioteca
O sistema GPT-3 usa uma base de dados de centenas de bilhões de palavras para gerar novos textos.| Foto: Max Langelott/Unsplash

Desde junho deste ano, aficionados de tecnologia têm falado muito sobre o GPT-3, um poderoso sistema de inteligência artificial capaz de gerar artigos jornalísticos, obras de ficção, poemas e até códigos de programação com uma verossimilhança impressionante. O sistema foi criado pelo OpenAI, laboratório da Califórnia fundado pelo bilionário Elon Musk.

O GPT-3 é o mais poderoso sistema desse tipo já criado, superando substancialmente seu antecessor, o GPT-2, também do OpenAI. Basicamente, ele é um robô treinado para aprender como funcionam as conexões entre as palavras e gerar textos novos a partir daí. Para isso, conta com uma base de dados gigantesca, com centenas de bilhões de palavras extraídas de diversos textos da internet.

A especialista em inteligência artificial Renata Vieira, professora da PUCRS e pesquisadora convidada da Universidade de Évora (Portugal) para projetos de Humanidades Digitais, diz que a grande novidade trazida pelo GPT-3 não está exatamente em sua forma de processar a linguagem humana, mas sim no tamanho da sua base de dados.

“Podemos dizer que ele é mais robusto do que inovador, uma vez que passa por um processo de aprendizado com maior volume de dados do que os antecessores. Estamos já acostumados com o autocompletar nos e-mails e smartphones. O que o GPT-3 faz é algo similar, porém, com mais refinamentos e uma base muito grande de exemplos. Esses modelos podem prever uma continuação diante do início de uma frase ou de um tema. São como um copiador sofisticado”, explica a professora.

Em junho, o OpenAI deu a um número limitado de programadores o acesso à interface de programação do GPT-3. A partir disso, amostras de conteúdos gerados pelo robô começaram a circular pela internet. Em julho, por exemplo, um estudante universitário americano criou um blog inteiro só com notícias produzidas pela inteligência artificial do GPT-3.

Leia aqui texto escrito por um robô sobre a liberdade de expressão.

GPT-3 seria capaz de gerar fake news sobre política e alimentar robô em eleições

O GPT-3 cria textos usando sua enorme base de dados para prever quais palavras podem complementar uma sentença inicial, gerando uma sequência plausível. No artigo sobre liberdade de expressão gerado pelo GPT-3 para a Gazeta do Povo, por exemplo, alimentamos o robô com o comando “Por favor, escreva um artigo sobre a liberdade de expressão” e com a frase inicial “A liberdade de expressão é um dos valores mais caros a todos os que verdadeiramente compreendem a grande importância da democracia”, retirada deste editorial. Ele continuou o trabalho a partir disso.

Em outros exemplos publicados na internet, o robô gerou textos como poemas, previsões de horóscopo, críticas de arte, piadas, episódios de seriados e comandos de programação. Uma vasta coletânea em inglês pode ser consultada aqui.

Um dos potenciais negativos do GPT-3 é que ele seja usado para alimentar contas falsas em redes sociais com conteúdos políticos gerados automaticamente. Em várias eleições recentes pelo mundo, inclusive no Brasil, o uso de bots em campanhas eleitorais foi causa de grandes controvérsias. Essa arma política é um dos principais alvos do projeto de lei das fake news, que tramita atualmente no Congresso.

Para Renata, o problema, nesse caso, nunca está na tecnologia, mas na intenção do criador de conteúdos. “São problemas independentes do GPT-3”, diz ela.

Para conferir a capacidade do GPT-3 de produzir fake news, confira abaixo uma NOTÍCIA FALSA, COM ERROS INFORMATIVOS, gerada em questão de segundos pela reportagem da Gazeta do Povo com uso do GPT-3:

O PSL oficializou a candidatura da deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) para concorrer à prefeitura de São Paulo. Ela substituirá o atual prefeito, João Doria, que deixará o cargo para concorrer à presidência da república.

O perfil da parlamentar é diferente do atual prefeito, ela é conhecida por defender posições conservadoras. Ela foi a relatora do pacote anticrime aprovado na Câmara, cujo texto foi duramente criticado por entidades de defesa dos direitos humanos.

A deputada foi a autora do pedido de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, em 2016. Já se posicionou favorável a projetos que restringem direitos civis de minorias como o Estatuto da Família, que tipifica a "ideologia de gênero" como um crime.

Já repercutiu de forma negativa declarações recentes sobre o povo brasileiro. Em um dos seus discursos, ela afirmou que a "democracia só existe quando a maioria é honesta". Dias antes, ela havia dito que o povo brasileiro precisa de limites. "Eu me sinto no direito de fazer o povo seguir as regras, porque a maioria do povo brasileiro é honesta", tuitou.

Inteligência artificial obedece a comandos, mas não é capaz de raciocínio abstrato

Renata Vieira explica que o GPT-3 faz “um processo sofisticado de cópia e reescrita”, parecido com o de ferramentas de tradução como o Google Tradutor. “A tradução automática baseia-se em técnicas similares, porém, precisa ter exemplos de traduções. Como ele (o GPT-3) é um copiador, pode reproduzir textos semelhantes ao que ele obteve como exemplos prévios”, explica.

Embora seja capaz de gerar até textos com grande riqueza semântica, o GPT-3 não tem a capacidade de raciocinar abstratamente. Se for confrontado com uma questão para a qual sua base de dados não apresente uma saída, ele não será capaz de criar uma solução própria.

Para o filósofo e teólogo William E. Carrol, da Universidade de Oxford, robôs nunca serão capazes de fazer nada além de simular a cognição humana. “A consciência e a atividade cognitiva permanecem realidades irredutivelmente imateriais. Pensar e querer são atividades de seres humanos. Por mais sofisticados que sejam, os computadores não pensam nem escolhem. Eles podem ser programados para executar tarefas que simulem a cognição, mas 'pensam' tanto quanto os relógios 'sabem' que horas são”, explica Carroll em um artigo.

A professora da PUCRS recorda, além disso, que só a capacidade de interpretação humana é capaz de enxergar sentido no que o robô executou. “Não se deve esquecer que a escrita depende de um leitor, de um contexto, de uma interpretação. Que o computador possa produzir textos que causem nos humanos uma possibilidade de interpretação que faça sentido para os humanos, não me surpreende. Me surpreenderia um computador que pudesse interpretar, analisar, compreender”, afirma.

Para ela, o GPT-3 pode acabar influenciando a forma como as pessoas pensam. Recursos como o autocompletar, por exemplo, se turbinados com o GPT-3, podem acabar orientando o pensamento das pessoas em direção a certos padrões. “As sugestões de escrita são dadas, e elas vão se acostumando a aceitar. Você vai escrever alguma coisa e o computador sugere uma continuação. Isso também é uma influência. Pode mudar a maneira como as pessoas escrevem, em um primeiro plano. Mais adiante, pode mudar como elas pensam.”

10 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 10 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • P

    Paulo

    ± 3 horas

    Se quiserem acabar com fake News eleitoral, proíbam políticos de falar e por consequência acabem com o horário eleitoral. Podem ter certeza que muita mentira vai deixar de ser dita.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • C

    Celito Medeiros

    ± 6 horas

    Robôs são máquinas construídas por Humanos. O Software é a Memória que comanda, não é o Hardware. Jamais um Robot estará acima da Inteligência e Conhecimento Humanos. Assim tentaram implantar a ideia de que nossa Memória está no Hardware, o Corpo. Não, não está, mas sim no Software... Achamos interessante uma Pintura por Computador, sem nos darmos conta que é um Artista que faz isto de modo Pictórico, manualmente e bem diferenciado do que seria uma obra no automático, pode ser arte digital, mas não será uma Pintura sem um Programa específico para Pintura e aí, o diferencial é o Artista, o ser humano, a máquina apenas uma Ferramenta. Bem vindos à tecnologia e que saibam usá-la.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • O

    orazio martini

    ± 6 horas

    Ao ler artigo sem concatenação lógica de ideias e receado de chavões partidários, já sei que foi o GPT-2 que escreveu! Pois o GPT-3 só chegará por aqui na próxima década. Não mais preciso culpar suposto analfabetismo funcional do autor! “Gazeta” é cultura de vanguarda!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • L

    Luiz

    ± 9 horas

    Pode até gerar belas frases, mas simplesmente "não sabe o que está falando" ... o significado das palavras está na cabeça e nos sentimentos de quem as produz e de quem as interpreta, e não nas próprias palavras ... e como robô não tem cabeça nem sentimentos ...

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    Meg Litton

    ± 9 horas

    1984, George Orwell: daqui a pouco nós, humanos, deixaremos de ser "necessários"...

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • R

    Ren Wysocki

    ± 13 horas

    O Musk gasta bilhões para fazer um robô desses e a Gazeta pega uma professora petista da PUCRS para comentar o que ela não conhece? 2018 não existiu Robôs, o presidente ganhou porque a verdade prevaleceu na Internet, porque pessoas orgânicas desmentiram todas as fakenews da esquerda, em questão de minutos, ou horas. Um robô com esses dados gigantes, sabe muito bem, quem é Joice, e usará informações verdadeiras sobre ela.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    3 Respostas
    • C

      Cidadão Brasileiro

      ± 2 horas

      Em 2018 existiram sim robôs e fakes em massa que foram muito importantes para o segundo turno ter sido aquela miséria de opções. E os tolos saem a papagaiar q o bozo teve 54M de votos - metade disso foi voto qq-coisa-exceto-PT. O voluntarismo costuma ser acompanhante da credulidade na ficção dos fanáticos.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • A

      André L. Ferreira

      ± 10 horas

      *delas

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • A

      André L. Ferreira

      ± 10 horas

      Vou tentar ajudar. Ele não sabe o que é verdade ou mentira. Ele simplesmente aprende a escrever um texto coerente usando a informação que lhe foi dada. Mentiras e verdades serão misturadas, estatisticamente, na proporção deles nos textos de entrada usados para treinar o robô.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • L

    Luciano

    ± 20 horas

    Se conseguir fritar um ovo já pode casar.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

Fim dos comentários.