Titular do 59º DP (Jardim dos Ipês), o delegado Philogônio Rodrigues de Souza informou na tarde deste domingo (24) que 20 pessoas ficaram feridas num confronto entre torcedores do Palmeiras e a Polícia Militar na Zona Leste de São Paulo. De acordo com ele, os torcedores e os policiais tiveram ferimentos leves. Ao todo, 158 pessoas foram levadas para a delegacia.

O confronto começou por volta de 13h, perto da estação de trem Itaim Paulista (Linha 12 – Safira) da CPTM. Souza contou que os torcedores do Palmeiras tinham marcado um encontro ali para seguir junto até o Estádio do Palestra Itália, na Zona Oeste, onde o time enfrenta o São Paulo a partir de 16h.

"Eles souberam que ia aparecer um grupo de torcedores do São Paulo e decidiram ir andando até a estação mais próxima, que é a Jardim Romano, para evitar o confronto. Aquele grupo grande chamou a atenção da Polícia Militar, que chamou reforço", relatou o delegado.

A partir daí, de acordo com ele, a PM informou que foi recebida com paus e pedras e teve carros da corporação danificados. Já os torcedores reclamaram da ação violenta dos policiais. Os feridos foram levados para o Hospital Santa Marcelina, na Zona Leste. "Eles tiveram escoriações, mas alguns estavam com a cabeça enfaixada", contou o delegado.

Apesar de estar com 158 detidos na delegacia e ser o responsável pelo boletim de ocorrência, Souza afirmou que todos seriam liberados. "Não há razão para ninguém ficar preso". A assessoria de imprensa da CPTM informou que a briga foi do lado externo da estação e não houve dano ao patrimônio da empresa.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]