i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Meio ambiente

Curitiba ganha área de preservação rara e com família de bugios

Estação Ecológica recebeu o nome da jornalista Teresa Urban, falecida em 2013

  • PorKatia Brembatti
  • 27/12/2016 14:02
Estação ecológica Teresa Urban tem area de mata de araucárias e animais, como o bugio | Prefeitura de Curitiba/Divulgação
Estação ecológica Teresa Urban tem area de mata de araucárias e animais, como o bugio| Foto: Prefeitura de Curitiba/Divulgação

Uma área de rara beleza cênica e que também conserva um importante conjunto de espécies ameaçadas de extinção foi descoberta recentemente em Curitiba e, a partir desta terça-feira (27), passa a ser oficialmente preservada. Esta é a data de criação da Estação Ecológica Campos Naturais de Curitiba Teresa Urban, uma das principais ambientalistas e jornalistas do Paraná, falecida em 2013.

Segundo Maurício Savi, da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, a área foi descoberta em 2015, durante um levantamento para identificar áreas preservadas. As imagens de satélite apontavam a suspeita de um grande desmatamento nas proximidades do Zoológico de Curitiba, na Vila Pantanal. Ao chegar para a fiscalização, os técnicos encontraram um campo natural – a formação de flora mais ameaçada do Brasil. “Ficamos extasiados. Precisamos que outros especialistas confirmassem para que a gente acreditasse no que os nossos olhos viam”, conta Savi. Integrantes do Museu Botânico certificaram a suspeita inicial: tratava-se de um campo natural, o último em bom estado de conservação em Curitiba, com mais de 190 espécies indicadoras. São flores, gramíneas e arbustos baixos, alguns que não eram mais achados em Curitiba há mais de 50 anos.

Fotos áreas comprovaram que a área estava praticamente igual a como era 1948. Além disso, estudos de solo também confirmaram que se tratava de um campo natural. Savi ainda destaca que uma outra condição torna única a área, do tamanho de 28 campos de futebol. No mesmo espaço há outros três tipos de formação vegetal: a floresta ombrofila mista montana, conhecida também como Floresta de Araucária de Altitude, a aluvial (que margeia rios, no caso o Iguaçu), e campos úmidos, também chamados de várzeas. “Provavelmente não há outro espaço em Curitiba que reúna tanta diversidade”, comenta.

Aproximadamente 95% da área é pública e, para garantir a preservação, a decisão da prefeitura foi criar a estação ecológica – que até pode ser usada para lazer, como um parque, caso receba infraestrutura no futuro, mas que tem a função primordial de conservação da natureza. Os técnicos também convenceram os proprietários de terrenos no entorno a criarem seis Reservas Particulares de Proteção Natural Municipais (RPPNMs), formando um mosaico de conservação.

“Não dá para mensurar a importância de descobrir uma área dessa, em ambiente urbano, em pleno 2016”, ressalta Savi. Os técnicos encontraram ainda uma família de bugios (espécie de macacos), com seis indivíduos, sendo dois filhotes. Curitiba já tem uma outra área com esse tipo de primata, o Refúgio do Bugio, criado em 2015, na região do bairro Rio Bonito do Iguaçu.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.