i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
RJ

Dono de festa cancelada na Tijuca diz não saber de menores no local

Jorge Farah pode pegar de dois a quatro anos de prisão. Denúncias anônimas levaram à investigação policial

  • PorG1/Globo.com
  • 04/06/2010 13:50

O promotor de uma festa de reggae na Tijuca, na Zona Norte do Rio de Janeiro, que foi alvo de uma operação policial na noite de quinta-feira (3), afirmou que não sabia que menores participavam do evento. Na saída da 19ª DP (Tijuca), Jorge Farah, de 53 anos, falou que tudo não passou de uma falta de controle.

"Nós não sabíamos que eram menores. A partir de agora, se houver outras festas, vai ser exigida a documentação de todo mundo, para que não aconteça isso de novo", disse ele.

Depois de denúncias anônimas e de infiltrar dois investigadores no evento, a polícia descobriu que os frequentadores iam para a casa quase que exclusivamente para beber e consumir drogas. Na casa, policiais apreenderam cachimbos - usados para o consumo de crack - haxixe, maconha, lança-perfume e outras drogas que ainda vão ser avaliadas pela perícia.

Policiais flagraram menores consumindo bebidas alcoólicas

"Com a chegada da polícia, muitas pessoas jogaram drogas no chão. Então, poucas pessoas foram presas e trazidas à delegacia por uso de drogas", disse o delegado Antônio Furtado. "Entretanto, havia venda de bebidas alcoólicas a menores de idade", acrescentou ele. De acordo com o delegado, a festa era anunciada, inclusive na internet, com ingressos vendidos a R$ 12.

Farah prestou depoimento na manhã desta sexta-feira (4) e chegou a ter a prisão decretada, mas foi liberado depois de pagar uma fiança de R$ 800. Por ter vendido álcool a menores, ele vai responder por venda de substância que pode causar dependência, cuja pena varia de dois a quatro anos de prisão.

Das pouco mais de 120 pessoas que estavam no evento, 45 foram levadas para a delegacia e liberadas em seguida. Entre elas, estavam 13 menores, que saíram acompanhados dos pais.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.